Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Atlético-MG aposta no retrospecto para buscar reabilitação contra o Bahia

Na briga direta para fugir da zona de rebaixamento, Atlético-MG e Bahia medem forças neste domingo, às 18 horas, na Arena do Jacaré. O dois times buscam a reabilitação no Campeonato Brasileiro, já que o Galo vem de um revés contra o São Paulo, enquanto o Tricolor perdeu em casa para o Grêmio.

Se depender do retrospecto, o time mineiro tem grandes chances de sair de campo com os três pontos. As equipes já se enfrentaram 49 vezes, sendo que dez jogos terminaram empatados, 26 foram vitórias do Galo e 13 do Bahia. O time atleticano também leva vantagem no número de gols marcados, já que balançou as redes 83 vezes, ao mesmo tempo em que sofreu 53 tentos.

Para manter os números favoráveis, o armador Daniel Carvalho, acredita que será necessário que o time alvinegro entre em campo com a mesma postura utilizada no duelo contra o Avaí, quando o Atlético-MG venceu por 2 a 0.

‘Temos que ter a mesma atitude que tivemos contra o Avaí, independente dos jogadores que atuarem. A postura tem que ser de ir para cima, buscar o resultado e vencer o mais rápido possível. Tentar matar o jogo logo. Temos que ter a mentalidade de buscar o gol desde o primeiro minuto e pressionar ao máximo o Bahia’, declarou o meia.

O técnico Cuca não poderá contar com o zagueiro Leonardo Silva, que foi expulso contra o São Paulo. Além dele, o volante Richarlyson e o atacante Guilherme receberam o terceiro cartão amarelo e também ficam de fora do duelo contra o Bahia. Outro problema para o treinador alvinegro é o atacante André, que com dores no tornozelo esquerdo, será outro desfalque importante.

Para a vaga de Leonardo Silva, Cuca deve optar pela entrada de Werley. Já para o lugar de Richarlyson, que vem atuando improvisado na lateral esquerda, o treinador deve promover a estreia de Triguinho como titular. No ataque, o avante Jônatas Obina pode aparecer no time. O jogador ainda pregou tranquilidade para o Galo conquistar o resultado positivo.

‘Eles vão vir e tentar buscar um empate ou até mesmo a vitória no contra-ataque. Temos que ter tranquilidade. Se o Cuca optar por mim ou pelo Magno, quem entrar vai dar o máximo. Vamos trabalhar e esperar para ver o que o Cuca vai fazer para irmos bem forte para o jogo’, afirmou o atacante.

No Bahia, o técnico Joel Santana, que estreou na última quinta-feira, busca a primeira vitória no comando da equipe. Entretanto, o treinador terá problemas para escalar o time, pois o atacante Souza e o volante Fabinho receberam o terceiro cartão amarelo e ficarão de fora da partida.

Para a vaga de Souza, o comandante do Tricolor deve optar por Júnior, substituto natural do camisa nove. No entanto, Joel pode inovar e escalar Jones, que já teve a chance de atuar alguns minutos contra o Grêmio e demonstrou bom futebol. No meio-campo, Diones e Marcone são as prováveis opções.

O goleiro Tiago sabe das dificuldades que o Bahia vai enfrentar, mas ressalta a necessidade de uma vitória para o Tricolor. ‘Será um jogo fora de casa e é sempre difícil encarar o Atlético-MG, em Minas Gerais. Teremos desfalques e é claro que isso é uma dificuldade a mais. Mas temos que conseguir de qualquer jeito uma vitória contra eles para poder sair dessa situação chata.’

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-MG X BAHIA

Local: Estádio Arena do Jacaré, em Sete Lagoas (MG)

Data: 11 de setembro de 2011 (domingo)

Horário: 18h (horário de Brasília)

Árbitro: Wilson Luis Seneme (Fifa-SP)

Assistentes: Marcelo van Gasse (Fifa-SP) e Emmerson Carvalho (Fifa-SP)

ATLÉTICO-MG: Renan Ribeiro; Mancini, Werley, Réver e Triguinho; Pierre, Bernard, Fellipe Soutto e Daniel Carvalho; Jônatas Obina e Magno Alves

Técnico: Cuca

BAHIA: Tiago; Jancarlos, Paulo Miranda, Titi e Marcos; Fahel, Marcone, Ricardinho e Carlos Alberto; Reinaldo e Júnior

Técnico: Joel Santana