Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Atlético-GO e Figueirense ficam no empate em 1 a 1

Por Da Redação 8 set 2011, 00h03

Por Rubens Santos

Goiânia – Após perder a série invicta de cinco jogos, o Atlético-GO não conseguiu reagir nesta quarta-feira e ficou no empate de 1 a 1 com o Figueirense, no Serra Dourada, pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro. Os dois times perderam a chance de se aproximar da briga pela classificação à Copa Libertadores.

Agora, Atlético ocupa a 11.ª posição com 29 pontos ganhos. O Figueirense está um pouco melhor, com 30, em nono. O Palmeiras, último time dentre os que brigam diretamente pela Copa Libertadores, tem 34 pontos.

No jogo, o Atlético-GO voltou a apresentar os seus problemas recorrente: em campo, erros de passe, nas arquibancadas, desinteresse da torcida, o que resultou no seu pior público (2.514 pagantes) no Brasileirão.

Sorte do Figueirense. Com Fernandes armando pelo meio e apoiado pelos laterais, o time de Santa Catarina abriu espaço em contra-ataques rápidos e surpreendeu. Aos 11 minutos, Bruno invadiu a área e cruzou, Wellington Nem tocou no canto e abriu o placar.

Assustado, o time rubro-negro buscou a reação, investiu na posse de bola e acabou agraciado com o empate, a partir de sua jogada mais forte, a de bola parada. Aos 14 minutos, Bida bateu falta no canto esquerdo de Wilson, Agenor desviou de cabeça e fez 1 a 1.

A partir daí, as duas equipes se acomodaram, trataram de fechar as brechas. “A equipes deles é muito rápida”, reclamou Vitor Júnior, no intervalo.

Na etapa final, embora decidido a conquistar a sexta vitória em casa, o Atlético-GO pressionou, mas não teve sorte. Ainda perdeu as suas melhores chances de virar: aos 3 minutos, com Pituca, aos 6 minutos, com Anselmo, e aos 37, com Marcão.

Recuado e bem fechado, o Figueirense saiu do sufoco e atacou com determinação. Acertou o travessão, aos 34 minutos com Elias. Exigiu boa defesa de Márcio, aos 36 minutos, com Wellington Nem, num chute forte pela esquerda.

Na próxima rodada, domingo, o Atlético-GO enfrenta o Ceará, às 16h, no Presidente Vargas, em Fortaleza. O Figueirense recebe o Vasco, no mesmo dia e horário, no Orlando Scarpelli.

Continua após a publicidade

FICHA TÉCNICA:

Atlético-GO 1 x 1 Figueirense

Atlético-GO – Márcio; Rafael Cruz, Anderson, Gilson (Leonardo) e Thiago Feltri; Agenor, Pituca, Bida e Victor Júnior (Diogo Campos); Anselmo (Marcão) e Juninho. Técnico: Hélio dos Anjos.

Figueirense – Wilson; Bruno (Helder), João Paulo (Roger Carvalho), Edson Silva e Juninho; Ygor, Túlio, Wellington Nem e Elias; Coutinho e Somália (William). Técnico: Jorginho.

Gols – Wellington Nem, aos 11, e Agenor, aos 14 minutos do primeiro tempo.

Árbitro – Pablo dos Santos Alves (ES).

Cartões amarelos – Vitor Júnior, Anselmo, Leonardo (Atlético-GO) e Ygor (Figueirense).

Renda – R$ 38.395,00.

Público – 2.514 pagantes.

Local – Estádio Serra Dourada, em Goiânia.

Continua após a publicidade
Publicidade