Clique e assine a partir de 9,90/mês

Atlético e Vitória sobem para a Primeira Divisão

Os dois times se juntaram a Goiás e Criciúma, que haviam conquistado o acesso na penúltima rodada. Goiás venceu o Joinville e ficou com o título

Por Da Redação - 24 nov 2012, 17h53

Atlético Paranaense e Vitória conquistaram neste sábado as duas últimas vagas para a Primeira Divisão de 2013. Ao empatarem por 1 a 1, jogando em seus estádios, respectivamente contra o Paraná Clube e o Ceará, ambos chegaram aos 71 pontos, e acabaram na terceira e quarta colocação da Série B. O São Caetano também somou 71 pontos, mas ficou com a quinta posição por ter uma vitória a menos que os times paranaense e baiano. O Goiás, que venceu o Joinville por 2 a 1, chegou a 78 pontos e ficou com o título de campeão brasileiro da Série B. O Criciúma, que já havia garantido o acesso na penúltima rodada, acabou com o vice-campeonato, com 73 pontos, ao empatar com o Avaí por 1 a 1.

Atlético 1 x 1 Paraná – O Atlético-PR sacramentou seu retorno à Série A do Campeonato Brasileiro ao empatar com o Paraná Clube por 1 a 1, no Eco Estádio Janguito Malucelli, em Curitiba. Com uma campanha irregular, flertando até mesmo com a zona de rebaixamento no primeiro turno, o Furacão iniciou uma arrancada sob o comando do técnico Ricardo Drubscky, que assumiu a equipe em duas ocasiões diferentes dentro da competição. Na reta final, surgiu a chance de brigar pelo título e pelo acesso antecipado, mas alguns tropeços deixaram tudo para a rodada final.

O Atlético começou a partida pressionando, tentando impor seu ritmo, empurrado pelo torcedor. Logo no primeiro minuto, Elias arriscou o chute e Luís Carlos buscou no cantinho. Aos quatro minutos foi a vez de João Paulo arriscar e o goleiro paranista salvar mais uma. O Tricolor conseguiu segurar o ímpeto inicial do adversário e, com muita marcação, segurava a pressão.

O Atlético reiniciou a pressão aos 29 minutos com Marcelo, que recebeu na entrada da área e acertou a trave. Mas, aos 30 minutos, não teve perdão. Cobrança de escanteio e, no rebote na pequena área, Cleberson empurrou para as redes. Mais confusão aos 34 minutos, com bate boca entre os jogadores. Aos 36 minutos, Manoel cabeceou e Luís Carlos fez milagre.

Continua após a publicidade

Na segunda etapa, o Tricolor voltou com Arthur no lugar de Wellington Silva. Aos três minutos, Luís Carlos tentou repor a bola, que bateu em Marcelo quase complicou o goleirão. O jogo voltou mais truncado depois do intervalo. Até que, aos oito minutos, o zagueiro Anderson apareceu na área para desviar e estufar as redes para deixar tudo igual no placar. O Paraná subiu de produção e incendiou a partida. Mas aos 30 minutos, Marcelo foi derrubado e o árbitro marcou pênalti. O atacante pegou a bola, partiu para a cobrança e acertou o travessão. Aos 35 minutos, Baier cobrou falta e Manoel desviou para cravar na trave. Falta no bico da grande área para o Paraná, aos 43 minutos, deixando o estádio em silêncio. Wellington cobrou e Weverton afastou. Na sobra, Packer chutou e o goleiro atleticano salvou. Após o escanteio, confusão na área, bola sendo tirada em cima da linha e finalmente afastada em definitivo para garantir a vaga.

Vitória 1 x 1 Ceará – O Vitória fez sua torcida imaginar que o acesso à Série A do Campeonato Brasileiro seria tranquilo neste sábado. Porém, os rubro-negros que lotaram o Barradão tiveram de esperar até o apito final. Depois de ter saído na frente no placar, o clube de Salvador cedeu o empate por 1 a 1 ao Ceará e, mesmo assim, conseguiu garantir seu retorno à elite do futebol nacional.

O atacante William abriu o placar na partida, nos minutos finais do primeiro tempo. Depois do intervalo, Jaílton foi expulso e deixou o Ceará com um a menos. O Rubro-negro, então, mandou uma bola na trave, novamente com William. Porém, o time visitante assustou os donos da casa, ao mandar com Heleno para as redes, em disputa pelo alto com Victor Ramos.

O empate foi suficiente para garantir o retorno do Vitória à primeira divisão depois de dois anos, pois o clube não disputa a Série a desde 2010. O time do técnico Paulo César Gusmão chegou aos 71 pontos, no quarto lugar da Série B, levando vantagem contra o São Caetano no número de triunfos.

Continua após a publicidade

A festa dos rubro-negros já estava preparada antes de a bola rolar. A poucos minutos do início do confronto, um helicóptero pousou no gramado, levando uma das mais ilustres torcedoras do Rubro-negro: Ivete Sangalo. Vestindo bermuda preta, camisa do Vitória e com o pé esquerdo imobilizado, a cantora atravessou o campo em direção às tribunas, de onde vibrou com o acesso.

Goiás 2 x 1 Joinville – O Goiás nem precisou exibir o melhor de seu futebol para coroar seu acesso à elite com o título da Série B do Campeonato Brasileiro. O time goiano apenas fez o suficiente: venceu o Joinville, por 2 a 1, na tarde deste sábado, perante quase 40 mil torcedores no Estádio Serra Dourada, em Goiânia, pela 38.ª rodada. Com este resultado, o Goiás encerra a competição com uma campanha quase perfeita em casa, com 15 vitórias e quatro empates. A boa campanha garantiu ao time a liderança, com 78 pontos, e o segundo título da Série B – o primeiro foi em 1999. O Joinville encerrou sua participação na competição com 61 pontos, na sétima posição.

O Joinville não sentiu a pressão dos quase 40 mil torcedores e fez um primeiro tempo equilibrado. Tanto que saiu na frente, aos 18 minutos. O meia William finalizou forte no travessão, mas o artilheiro aproveitou o rebote e apenas completou para o gol vazio.

O empate aconteceu aos 23 minutos. O atacante Walter fez bela jogada, limpou a marcação e mandou no ângulo. Um golaço. Ainda no primeiro tempo teve polêmica. O meia Ramón chegou a virar o placar, mas o árbitro anulou, alegando um toque de mão do jogador. A marcação gerou revolta do time da casa.

Continua após a publicidade

Na segunda etapa, a partida continuou bastante equilibrada, mas o Goiás foi premiado pela eficiência. Aos 43 minutos, o veterano Iarley foi lançado na área e finalizou para milagre do goleiro Ivan. No rebote, o próprio atacante concluiu e garantiu a vitória.

(Com Agência Gazeta Press e Estadão Conteúdo)

Publicidade