Clique e assine a partir de 9,90/mês

Atacante holandês Ruud Van Nistelrooy pendura as chuteiras

Por Jorge Guerrero - 14 Maio 2012, 16h33

O atacante holandês Ruud Van Nistelrooy, do Málaga, anunciou nesta segunda-feira aos 35 anos que encerrava sua carreira profissional, após 20 temporadas nas quais brilhou em grandes clubes como o Manchester United ou o Real Madrid.

‘Van Gol’, como é conhecido na Espanha, pendura as chuteiras com a sensação de dever cumprido, um dia depois do Málaga ter garantido sua vaga para a fase preliminar da Liga dos Campeões, com a vitória por 1 a 0 sobre o Sporting Gijón, no domingo, pela última rodada do Campeonato Espanhol.

“Disputei ontem minha última partida como profissional. Queria disputar mais uma vez a ‘Champions’, mas está na hora de parar. Cheguei ao meu limite físico e não posso mais jogar em alto nível. Não poderia ter melhor despedida que essa, com toda a torcida feliz pelo clube ter conseguido a classificação”, declarou o artilheiro numa coletiva de imprensa.

“Neste ano, tentei estabelecer metas pessoais, mas depois me dei conta de que não tinha mais condições de cumpri-las. Desde fevereiro ou março, já estava claro na minha cabeça que iria me aposentar no fim da temporada”.

Continua após a publicidade

No Málaga, onde chegou no ano passado após uma passagem pelo Hamburgo, da Alemanha, Van Nistelrooy nunca conseguiu se firmar como titular, mas sempre teve o respeito dos torcedores, como em todos os clubes onde passou e conquistou inúmeros títulos.

Apesar de nunca ter vencido a Liga dos Campeões, ele ainda é o segundo maior artilheiro da competição, com 60 gols, 11 a menos que seu ex-companheiro de equipe no Real Radrid, o espanhol Raul (71).

Revelado no modesto Den Bosch, ele estourou no PSV, onde conquistou duas vezes o Campeonato Holandês (2000 e 2001), antes de ser contratado pelo Manchester United, com o qual venceu a Premier League em 2003 e a Copa da Inglaterra em 2004. Com o Real, clube no qual chegou em 2006, foi bicampeão espanhol (2007 e 2008).

Com a seleção holandesa, marcou 35 gols em 70 partidas, mas não participou da campanha do vice-campeonato na última Copa do Mundo, em 2010 na África do Sul, já que deixou de atuar com a camisa do seu país depois da Eurocopa-2008.

Publicidade