Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Astros ou coadjuvantes: heróis do título inédito do Atlético

Conheça os atletas que tiveram papel decisivo para a equipe levantar o troféu

Além de contar com Ronaldinho Gaúcho, o grande astro do time, com o goleiro Victor, a muralha que operou milagres para levar o time à final, e com o técnico Cuca, que comandou o grupo numa campanha inesquecível, o Atlético-MG conquistou a Copa Libertadores pela primeira vez em sua história graças a um grande elenco. O ataque poderoso, formado por Jô, Bernard e Tardelli, a defesa aguerrida, liderada pelo xerife Réver, e o meio brigador, com os cães-de-guarda Josué e Pierre, também entraram na história do clube nesta quarta-feira, assim como várias outras peças importantes de uma equipe unida e aplicada.

Leia também:

Nos pênaltis, Atlético conquista a sua primeira Libertadores

‘São Victor do Horto’, novo padroeiro do torcedor atleticano

Cuca: o técnico pé-frio agora é o campeão da Libertadores

A redenção de Ronaldinho – agora, herói também no Brasil