Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Astros do vôlei protestam contra CBV nas redes sociais

<p>Jogadores publicaram imagem de uma bola com nariz e chapéu de palhaço</p>

Por Da Redação Atualizado em 11 jan 2022, 19h08 - Publicado em 14 dez 2014, 14h20

Em meio ao escândalo de corrupção que atinge a Confederação Brasileira de Vôlei (CBV), alguns dos principais atletas da modalidade no país realizam neste domingo um protesto conjunto contra a entidade em seus perfis nas redes sociais.

Leia também:

Bernardinho diz que punição da FIVB foi ‘retaliação’​

Após denúncias, BB suspende patrocínio ao vôlei brasileiro

Continua após a publicidade

CGU vai investigar denúncias envolvendo Ary Graça e a CBV

Continua após a publicidade

Descontentes, os jogadores publicaram a imagem de uma bola de vôlei com nariz e chapéu de palhaço, além das frases “Não vamos nos calar!” e “#respeito ao voleibol”. A imagem de protesto foi postada por atletas que são regularmente convocados para defender a Seleção Brasileira, como Bruninho, Murilo e Wallace, entre outros. As integrantes da equipe nacional feminina também se manifestaram, a exemplo de Fernanda Garay, Tandara e Fabiana.

Jogadores pedem respeito ao esporte usando a hashtag '#respeitoaovoleibol'
Jogadores pedem respeito ao esporte usando a hashtag ‘#respeitoaovoleibol’ VEJA

No sábado, os atletas de equipes como Canoas, Taubaté, Sesi-SP e Sada Cruzeiro entraram em quadra pela Superliga com narizes de palhaço.

A crise que atinge a CBV se agravou após uma devassa nos contratos da gestão de Ary Graça, presidente da Federação Internacional de Voleibol (FIVB) desde 2012, no comando da confederação. Uma auditoria da Controladoria Geral da União (CGU) constatou irregularidades em contratos que, juntos, têm o valor de 30 milhões de reais em pagamentos realizados pela entidade de 2010 a 2013. Desta forma, o Banco do Brasil resolveu suspender seu patrocínio após 23 anos.

(Com Gazeta Press)

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade