Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Assunção lamenta lesões de Marcos, mas não pergunta sobre aposentadoria

O goleiro Marcos dificilmente terá condições de voltar ao gol do Palmeiras no clássico contra o Corinthians e ainda faz mistério sobre sua aposentadoria. Um dos líderes do elenco alviverde, o volante Marcos Assunção lamenta a ausência do pentacampeão nesta reta final do Campeonato Brasileiro.

‘Em clássicos, é sempre bom ter os melhores jogadores. Infelizmente, o Marcão passou por esse período ruim, com problema de lesões. Ele gostaria muito de estar nos ajudando nesta fase, mas acho que ainda não está bom. Depende dele, do Felipão e do departamento médico. Não posso opinar, até porque o Deola está fazendo um grande trabalho. Seria desrespeito se eu dissesse que preferiria que o Marcos jogasse’, afirmou.

Marcos está diante de um dilema na carreira. Inicialmente, o goleiro tinha a ideia de se aposentar em dezembro, quando termina seu atual contrato com o clube. No entanto, o jogador já está disposto agora a renovar o contrato por mais alguns meses, com um salário simbólico.

Em entrevista à rádio Bandeirantes, o ídolo alviverde admitiu a possibilidade de prorrogar o vínculo até o Paulistão de 2012. Por isso, Assunção não conversou com Marcos sobre a hipótese de esta ser a última semana de trabalhos do goleiro no Verdão.

‘Não conversamos sobre isso. Até porque nesta semana que antecede o jogo (contra o Corinthians), temos de pensar na partida. Se tiver que falar alguma coisa, vai partir dele’, concluiu.

Marcos não disputa uma partida desde dia 18 de setembro, pois sofre com dores no joelho esquerdo. O preparador de goleiros do clube, Carlos Pracidelli, é um dos que tentam convencer o camisa 12 a continuar na próxima temporada.