Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Assunção comemora marca de 100 jogos no Palmeiras

Por Daniel Akstein Batista

São Paulo – O volante Marcos Assunção vai atingir na noite desta quarta-feira, quando entrar em campo para enfrentar a Portuguesa pela segunda rodada do Paulistão, a marca de 100 jogos pelo Palmeiras. Ele comemora o feito com o clube com o qual diz ter “uma relação de amor e respeito”, mas admite que ainda falta conquistar um título com a camisa palmeirense.

“Tenho uma relação de amor e respeito com o Palmeiras. Estou com 35 anos e em menos de dois anos completei 100 jogos no clube. Acho que vai ser difícil chegar nos 200”, disse Marcos Assunção, que chegou em maio de 2010 e tem contrato até o final desta temporada. “A única coisa que me deixa chateado é não ter conseguido nada nesses dois anos.”

Ele admite que pode se aposentar no final do ano. Mas, antes de parar, quer ser campeão no Palmeiras. “Com um título, terminaria a minha carreira mais feliz. Mas vamos ver o que acontece, vamos esperar o fim do ano para saber o que estou sentindo. Quando eu não conseguir treinar igual ao resto do grupo, é porque chegou a hora de parar”, afirmou Marcos Assunção.

Nos 99 jogos que fez com a camisa palmeirense, ele conseguiu 46 vitórias, 35 empates e 18 derrotas. E virou uma peça fundamental para o time, com um total de 21 gols marcados e 24 assistências dadas. “Trabalho para ajudar. Se eu faço um gol de falta ou de um cruzamento, não quer dizer que o Palmeiras é dependente do Marcos Assunção”, avisou o volante.

Mas, como especialista nas jogadas de bola parada, Marcos Assunção virou a principal arma ofensiva do Palmeiras nos últimos tempos. “Em escanteio, não tem muito segredo. É só cruzar dentro da área que nossos jogadores estão bem posicionados. Na cobrança de falta, é um pouco de treinamento”, contou o volante, que tem sido titular absoluto do técnico Felipão.