Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Assembleia em Manaus aprova orçamento de R$ 26 mi da CBAt

Algumas horas depois de definido o novo presidente da Confederação Brasileira de Atletismo, a Assembleia Geral em Manaus indicou mais diretrizes para 2012. Foi aprovado que o orçamento da entidade neste ano será de R$ 26 milhões.

Um quarto do total (cerca de R$ 6,5 milhões) é destinado ao ‘Programa de Apoio aos Centros Nacionais de Treinamento, Campings de Treinamento, Cursos Técnicos e Clínicas’. Para a realização de competições nacionais e internacionais será reservado R$ 5,2 milhões. Outros R$ 2,6 milhões são repassados para a formação de Seleções Nacionais, ao passo que R$ 1,3 milhão vai para às federações estaduais.

Do restante, o ‘Programa de Combate ao Doping’ recebe R$ 780 mil, enquanto que os projetos de apoio a atletas de alto nível, jovens talentos, corredores de elite e treinadores terá R$ 3,9 milhões. Os demais programas e atividades da CBAt ficam com R$ 2,9 milhões.

Outra resolução aprovada durante a Assembleia foi a instituição da premiação a atletas do País, com a ‘Medalha Aída dos Santos’ às brasileiras que subirem ao pódio em Olimpíadas, Mundiais e Copas do Mundo, e com a ‘Medalha José Telles da Conceição’ para os homens.

‘São dois dos maiores nomes da nossa história e merecem esta homenagem. É importante lembrar estes herois no momento em que nos preparamos para os Jogos Olímpicos de Londres e também enquanto o País espera os Jogos do Rio em 2016’, discursou Roberto Gesta de Melo, atual presidente da CBAt, que em 2013 dará lugar a José Antonio Martins Fernandes no comando da entidade.

A proposta de Gesta de incluir mais duas premiações foi aprovada por unanimidade. Única mulher da delegação brasileira em Tóquio-1964, Aída ficou com o quarto lugar no salto em altura. Na mesma prova, no masculino, José Telles conquistou o bronze em Helsinque-1952 – a primeira medalha do atletismo brasileiro.