Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ascendente Kashiwa abre Mundial de Clubes contra o Auckland

Maior surpresa do futebol japonês nos últimos anos, o Kashiwa Reysol saiu da segunda divisão do país em 2010 para ser campeão da liga de elite neste ano. De quebra, a equipe comandada pelo brasileiro Nelsinho Baptista ganhou uma vaga no Mundial de Clubes, e espera seguir em ascensão nesta quinta-feira, quando abre a competição contra o Auckland City, da Nova Zelândia, em partida marcada para as 8h45 (de Brasília), em Nagoya. O vencedor deste duelo decide com o Monterrey o direito de enfrentar o Santos na semifinal.

Além do treinador, o Kashiwa possui dois brasileiros que o ajudaram a conquistar a Liga Japonesa mais disputada dos últimos anos: os meias Leandro Domingues, ex-Vitória, e Jorge Wagner, ex-São Paulo. Este último, inclusive, abriu o placar na vitória por 3 a 1 sobre o Urawa Red Diamonds, que garantiu o troféu para a equipe e deixou para trás os concorrentes Nagoya Grampus e Gamba Osaka, que tinham chances até a última rodada.

‘Assisti a dois jogos do Auckland, mas ainda há aspectos da equipe e da tática deles que são desconhecidos para nós. Eles contam com jogadores da Argentina e da Costa Rica e merecem respeito porque são bons o suficiente para terem se classificado para o Mundial’, ponderou.

Apesar de desconhecido, o Auckland City vai para sua terceira participação no Mundial de Clubes. Nas duas anteriores, em 2006 e 2009, a equipe nunca passou das quartas de final e ganhou um dos três jogos disputados, retrospecto que não desanima o técnico Ramon Tribulietx.

‘Assistimos ao último jogo do Kashiwa e ficamos impressionados. Eles são um bom time. Sabemos disso e já apontamos para os jogadores os pontos positivos, mas acreditamos que podemos competir com eles’, afirmou o comandante.

FICHA TÉCNICA

KASHIWA REYSOL-JAP X AUCKLAND CITY-NZL

Local: Estádio Toyota, em Nagoya (Japão)

Data: 8 de dexembro de 2011, quinta-feira

Horário: 8h45 (de Brasília)

Árbitro: Nicola Rizzoli (Itália)

Assistentes: Renato Faverani e Andrea Stefani (ambos da Itália)

KASHIWA REYSOL: Sugeno; Kondo, Masushima, Hashimoto e Sakai; Otani, Leandro Domingues, Jorge Wagner e Barada; Tanaka e Kudo

Técnico: Nelsinho Baptista

AUCKLAND CITY: Spoonley; Pritchett, Hogg, Vicelich e Berlanga; Corrales, Mulligan, Andreu e Feneridis; Koprivcic e Exposito

Técnico: Ramon Tribulietx