Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

ASA chega atrasado, mas passa pelo São Caetano no Anacleto

O ASA chegou ao estádio Anacleto Campanella em cima do horário marcado para começar a partida diante do São Caetano, retardando o início do embate para as 21h11, devido a um erro de caminho do seu motorista. Porém, mesmo sem aquecimento, os jogadores alagoanos conseguiram marcar um gol aos 17 minutos do primeiro tmepo e seguraram a vantagem até o apito final da partida.

O artilheiro da noite foi Lucio Maranhão, enquanto o goleiro Gilson também merece os créditos pelo triunfo devido a, ao menos, três defesas importantes no decorrer da partida.

Com o resultado, os alvinegros dividem a liderança ao lado de Vitória, América-MG, Bragantino, América-RN, Criciúma e Atlético-PR.

Na próxima rodada, o ASA se mantém no horário das 21h (de Brasília) de sábado, só que dessa vez recebe o Grêmio-SP. O Azulão, por sua vez, encara o Avaí nesta terça-feira, na Ressacada, também às 21h.

O Jogo – Após as peculiaridades que envolveram o início da partida, atrasado em 11 minutos devido ao atraso do ônibus do ASA no percurso até o Anacleto Campanella, o início de partida foi morno, concordando com o baixo público presente ao estádio.

Depois de algumas tentativas dos donos da casa, os visitantes mostraram que não dependem do aquecimento para brilhar e saíram na frente aos 18 minutos de bola rolando. Valdívia fez boa jogada pela direita, cortou dois e deu belo passe para Lucio Maranhão, que só tocou na saída de Luiz.

Os donos da casa imprimiram uma forte pressão após serem vazados, mas não conseguiram ir para o intervalo em igualdade. Na melhor das chances, Somália chutou firme, mas parou em boa defesa de Gilson.

Logo na volta para a etapa final, o arqueiro teve de trabalhar novamente. Depois de bola alçada na área por Pedro Carmona, Eli Sabiá testou firme e ele se esticou todo para espalmar e evitar o empate.

A pressão se seguiu durante todo o segundo tempo, mas a noite inspirada do arqueiro se fez presente em todos os lances. Nem a entrada do folclórico Ney Paraíba conseguiu transpor a barreira adversária, que levou três pontos para Arapiraca.