Clique e assine a partir de 8,90/mês

As poucas contratações que ainda podem movimentar o Brasileirão

Além de jovens que brilharam nos estaduais, Adriano pode ser uma opção - de risco

Por Da Redação - 15 abr 2014, 08h44

O Brasileirão 2014 começa no sábado com poucas contratações de impacto – até o momento, Elias e Anelka foram as novidades do mercado, no Corinthians e Atlético-MG, respectivamente. Os altos salários de atletas consagrados e o fechamento da janela europeia dificultam ainda mais a vinda de reforços. Mas ainda há algumas opções, como, por exemplo, o atacante Adriano, que fez sucesso na Inter de Milão e na seleção brasileira, e foi dispensado do Atlético-PR, após pouco mais de dois meses em Curitiba. Sob contrato de risco, Adriano atuou em apenas quatro partidas (somando os minutos em campo, não chegou a dois jogos) e marcou apenas um gol diante do The Strongest, na Bolívia. A eliminação na Libertadores e o flagrante do jogador em uma boate da capital paranaense foram a gota d’água para a diretoria.

Leia também:

Vem aí o Brasileirão menos estelar dos últimos tempos

Ituano tenta evitar desmanche, de olho no Brasileirão

Brasileros na Libertadores: Fracasso e recorde negativo

No Atlético-PR, Adriano emagreceu bastante e parecia qe finalmente voltaria à ativa com promessa de gols. Por não ter mais vínculo com nenhum clube, Adriano está livre para assinar com qualquer equipe e disputar mais um Brasileirão – em seu último grande ano da carreira, foi o herói do título do Flamengo, em 2009.

Continua após a publicidade

Leia também:

Atlético-MG aguarda chegada de Anelka, eterna promessa

País do futebol (e da má gestão): a Copa vem, o atraso fica ​

‘Nosso futebol está na mesmice. E os clubes são culpados’

Outro ex-flamenguista que deve mudar de ares no Brasileirão é Emerson Sheik. O Corinthians já admitiu a negociação com o Botafogo – o jogador é aguardado no CT Joaquim Grava para se despedir dos companheiros antes de reforçar o clube carioca. O Corinthians ainda abriu mão de Rodriguinho e Diego Macedo, que vão reforçar Grêmio e Bahia, respectivamente. No Palmeiras, quem está de saída é o contestado atacante Vinicius, que será emprestado ao Vitória. O São Paulo também pretende negociar atletas que estão sendo mal aproveitados: o argentino Clemente Rodriguez e o volante Fabrício estão no mercado, assim como o zagueiro Roger Carvalho, que já foi dispensado.

Jogadores jovens que se destacaram nos Estaduais também são boas opções da janela nacional de transferências. O presidente do Ituano, Juninho Paulista, já admitiu que deve perder boa parte de seus jogadores para a disputa da Série D. Herói do título paulista, o goleiro Vagner recebeu propostas de Palmeiras e Botafogo. O Corinthians já fechou com Petros, destaque do Penapolense, e Ferrugem, ex-Ponte Preta.

Continua após a publicidade
Publicidade