Clique e assine com 88% de desconto

As disputas do Pan de Lima que valem vagas para Tóquio-2020

Em catorze modalidades, os melhores atletas do continente se classificarão de forma direta para os Jogos Olímpicos do ano que vem

Por Alexandre Senechal - 25 jul 2019, 17h55

Cinquenta e Sete. Nunca uma edição de Jogos Pan-Americanos distribuiu tantas vagas para a Olimpíada do ano subsequente. Na competição de Lima, que começa de forma oficial nesta sexta, as disputas de catorze modalidades valerão algo além das medalhas: a classificação direta para os Jogos de Tóquio em 2020. Dessas, o Brasil só não  participará da competição de hóquei sobre grama. Nos outros treze esportes, os atletas do país brigarão pela qualificação, sendo favoritos em algumas delas.

A maior aposta brasileira no Pan-2019 em busca da vaga em Tóquio-2020 está no handebol. Os times masculino e feminino são os favoritos na disputa – apenas o campeão garante a vaga em Tóquio. Os homens vivem seu melhor momento na história. Conquistaram o nono lugar no Mundial de 2019, a melhor colocação da história, e contam com atletas de destaque nas grandes ligas do mundo. Argentina e Chile são os maiores adversários, mas estão abaixo do Brasil. Já a equipe feminina brigará pelo hexacampeonato consecutivo em solo peruano – desde Winnipeg-1999 a seleção termina a competição continental no topo do pódio. As mulheres até já estrearam, com vitória sobre Cuba por 29 a 20 nesta quinta-feira, 24.

O hipismo é o esporte que mais vai distribuir vagas em Tóquio. Em suas três disputas, sete equipes irão conquistar o direito de disputar os Jogos Olímpicos do ano que vem (duas na modalidade Adestramento, duas no Concurso Completo de Equitação e três nos Saltos). O Brasil manteve a base nas equipes de adestramento e CCE, bronze e prata no Pan de Toronto há quatro anos, e a expectativa é de melhorar esse desempenho em Lima.

Além das catorze modalidades com disputa de vaga direta, outras sete contarão pontos para o sistema de classificação olímpica. São elas: atletismo, badminton, basquete 3×3, caratê, levantamento de peso, taekwondo e tênis de mesa.

Publicidade

Confira os esportes em disputa no Pan e que valem vaga direta nos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020

Handebol

Uma vaga para o campeão de cada gênero

Publicidade

Hipismo adestramento

As duas melhores equipes se classificam

Publicidade

Hipismo CCE

As duas melhores equipes se classificam

Publicidade

Hipismo saltos

As três melhores equipes se classificam

Publicidade

Hóquei sobre a grama

Uma vaga para o campeão de cada gênero. O Brasil não terá representantes no Pan-Americano

Nado artístico

Duas vagas: uma para o país campeão no dueto e outra para o campeão por equipes

Publicidade

Pentatlo moderno

Uma vaga para o campeão de cada gênero

Publicidade

Polo aquático

Uma vaga para o campeão de cada gênero

Publicidade

Saltos ornamentais

Uma vaga para o campeão de cada gênero em cada uma das provas (trampolim de 3 metros e plataforma de 10 metros)

Tênis

Duas vagas para o campeão e o vice de cada gênero

Publicidade

Tiro com arco

Uma vaga para o campeão por equipes e uma no individual em cada gênero

Tiro esportivo

Duas vagas na disputa individual em cada uma das seis provas de cada gênero

Publicidade

Surfe

Uma vaga para o campeão de cada gênero. Caso um atleta do Brasil fique com o ouro, vai precisar esperar a confirmação da classificação por causa do critério técnico. A prioridade das vagas é da liga profissional de surfe, a WSL. O Mundial de 2019 classifica os 10 primeiros classificados entre os homens e as oito melhores entre as mulheres – o país tem 12 homens e duas mulheres na principal competição do surfe. Em Tóquio serão permitidos apenas dois atletas de cada nacionalidade.

Vela

Duas vagas na classe laser (masculina) e outras duas na classe laser radial (feminina)

Publicidade