Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Armstrong devolve medalha de bronze olímpica

Ex-ciclista foi obrigado a entregar o prêmio ao Comitê depois de assumir o uso de substâncias proibidas

Por Da Redação 12 set 2013, 19h32

Nesta quinta-feira, o ex-ciclista Lance Armstrong usou sua conta no Twitter para avisar que devolveu a medalha de bronze conquistada na Olimpíada de 2000, em Sydney (Austrália). Armstrong publicou uma foto e confirmou que mandou a medalha para o Comitê Olímpico dos Estados Unidos (USOC), que vai devolvê-la para o Comitê Olímpico Internacional (COI). “A medalha de bronze de 2000 está em posse do Comitê Olímpico dos Estados Unidos e assim que possível, do Comitê Olímpico Internacional”.

Leia também:

‘É impossível vencer o Tour de France sem doping’, diz Armstrong

Armstrong se nega a prestar juramento a agência antidoping

Patrick Sandusky, chefe de comunicações e relações públicas do USOC, confirmou que o órgão já está com a medalha de bronze e ressaltou que o comitê acertou os detalhes com o COI para devolver o objeto. O vencedor da medalha ficará em branco nos registros olímpicos.

Acompanhe VEJA Esporte no Facebook

​Siga VEJA Esporte no Twitter

Até o ano passado, Lance Armstrong negou ter usado substâncias proibidas durante a carreira. Mas ele admitiu a trapaça em entrevista à apresentadora Oprah Winfrey, em janeiro. A confissão se deu após a Agência Antidoping dos Estados Unidos ter divulgado um dossiê completo detalhando o esquema de Armstrong e sua equipe. O ex-ciclista perdeu todos os títulos do Tour de France, conquistados entre 1999 e 2005.

(Com agência Gazeta Press)

Continua após a publicidade

Publicidade