Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Argentina tenta espantar a crise e reagir contra a Colômbia

Por Da Redação 15 nov 2011, 07h17

A Argentina fracassou em seus dois últimos compromissos nas Eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo de 2014, que será disputada no Brasil. Os argentinos perderam por 1 a 0 para a Venezuela e empataram, em casa, por 1 a 1 com a Bolívia. Agora, a seleção tentará a reação nesta terça-feira, às 19 horas (de Brasília), diante da Colômbia, no Estádio Roberto Meléndez, em Barranquilla.

Atualmente, as duas equipes aparecem com quatro pontos e o perdedor pode deixar a zona de classificação para o Mundial. Os colombianos, na rodada passada, também tropeçaram, empatando por 1 a 1 com a Venezuela.

‘Nós temos consciência que precisamos de um resultado positivo, pois os últimos confrontos não terminaram da maneira que a gente esperava. Mas estamos tranquilos, pois sabemos que o trabalho está sendo desempenhado e que nosso jogo tem condições de fluir mesmo fora de casa e diante de uma grande equipe’, afirmou o treinador da Argentina.

Alejandro Sabella vai fazer mudanças para este jogo, embora não tenha antecipado a escalação. O zagueiro Fede Fernández deverá ocupar a vaga de Martín Demichelis, que falhou diante dos bolivianos. Disposto a proteger seu setor defensivo, o volante Fernando Gago deverá ser sacado para a entrada de Leandro Desábato, o que mudaria o esquema para 3-5-2.

Pelo lado da Colômbia, o técnico Leonel Álvarez espera que seu time consiga pressionar a Argentina e conquistar a vitória diante de sua torcida. ‘Para ganhar da Argentina, a melhor maneira é pressioná-la desde os primeiros minutos, impondo nosso modo de atuar e não dando espaços para que ela desenvolva seu jogo.’

A Colômbia terá duas alterações em relação ao último jogo. O zagueiro Amaranto Perea, suspenso por acúmulo de cartões amarelos, e o volante Freddy Guarín, com lesão na coxa direita, ficam de fora. Assim, Aquivaldo Mosquera entra na zaga, enquanto a vaga no meio-campo será disputada por Diego Arias e Abel Aguilar.

Além do confronto entre argentinos e colombianos, mais três partidas movimentam a rodada de terça-feira. Também às 19 horas (de Brasília), o Equador recebe o Peru em um duelo de duas equipes que somam três pontos e tentam entrar na zona de classificação.

Em crise e buscando a reação após a goleada por 4 a 0, sofrida para o Uruguai, o Chile, em casa, encara o Paraguai, que soma quatro pontos, um a mais que os chilenos, às 21h30 (de Brasília).

Fechando a rodada, às 22h30 (de Brasília), a Venezuela, diante de seus torcedores, tem grande chance de dar um salto na tabela de classificação, pois recebe a lanterna Bolívia, que soma um ponto, mas está animada com empate com os argentinos. Os venezuelanos aparecem com quatro pontos, na quinta posição, enquanto o Uruguai, que lidera com sete pontos, folga nesta rodada.

Continua após a publicidade

FICHA TÉCNICA

COLÔMBIA X ARGENTINA

Local: Estádio Roberto Meléndez, em Barranqüilla (Colômbia)

Data: 15 de novembro de 2011 (Terça-feira)

Horário: 19 horas (de Brasília)

Árbitro: Sálvio Fagundes (Brasil)

COLÔMBIA: David Ospina; Gerardo Vallejo, Aquivaldo Mosquera, Mario Yepes e Pablo Armero; Dorlan Pabón, Diego Arias (Abel Aguilar), Gustavo Bolívar e James Rodríguez; Jackson Martínez e Teófiolo Gutiérrez

Técnico: Leonel Álvarez

ARGENTINA: Sergio Romero; Fede Fernández, Nicolás Burdisso e Leandro Desábato; Pablo Zabaleta, Javier Mascherano, Ricardo Álvarez, Javier Pastore e Clemente Rodríguez; Lionel Messi e Gonzalo Higuaín

Técnico: Alejandro Sabella

Continua após a publicidade
Publicidade