Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Argentina goleia Paraguai e garante vaga para a Copa

Com dois gols de Lionel Messi, argentinos vencem por 5 a 2, carimbam passaporte para o Brasil e mostram que vão dar trabalho no Mundial

Por Da Redação 11 set 2013, 01h09

Uma das grandes favoritas ao título da Copa do Mundo de 2014, a Argentina carimbou o passaporte para o Brasil em grande estilo. Com boas atuações de seus principais craques, a equipe do técnico Alejandro Sabella goleou o Paraguai por 5 a 2, em Assunção, e garantiu uma vaga no Mundial com duas rodadas de antecedência. Messi marcou duas vezes de pênalti e Aguero, Di María e Maxi Rodríguez completaram a goleada. Jose Nuñez e Roque Santa Cruz descontaram para o Paraguai, que já entrou no Estádio Defensores Del Chaco sem chances de classificação e ficará de fora de uma Copa pela primeira vez em vinte anos.

Leia também:

Brasil confirma boa fase e vence Portugal nos EUA

Holanda e Itália vencem e se classificam para a Copa

O jogo – O passeio argentino começou logo aos 12 minutos, quando Aguero entrou livre na área, driblou o goleiro e foi derrubado. Na cobrança do pênalti, Messi deslocou o goleiro e abriu o placar. Cinco minutos depois, o Paraguai empatou em falha do goleiro Romero. Em lance despretensioso, Nuñez, quase sem ângulo, desviou um cruzamento e o arqueiro aceitou. O gol empolgou os paraguaios, mas a reação do time da casa foi barrada por Aguero. Em um belo chute, o atacante voltou a colocar a Argentina em vantagem.

Continua após a publicidade

No segundo tempo, os comandados de Sabella aceleraram o ritmo e construíram a goleada. O rápido Di Maria marcou o terceiro, invadindo a área e batendo cruzado. Em novo pênalti, Messi converteu de novo. O experiente Roque Santa Cruz até diminuiu para o Paraguai, completando cruzamento de Samudio, mas a noite era mesmo argentina e, aos 44, o veterano Maxi Rodríguez tabelou com Messi e fechou o placar.

Classificados – Dessa forma, a seleção argentina se une ao Brasil (país sede), Japão, Austrália, Coreia do Sul, Irã, Holanda, Itália, Estados Unidos e Costa Rica, que também já garantiram suas vagas. Esta será a 16ª participação da bicampeã Argentina em um Mundial. Os argentinos não ficam de fora de uma Copa desde 1970, no México, quando caíram nas Eliminatórias Sul-Americanas para o Peru, comandando pelo brasileiro Didi. Será o primeiro Mundial da Argentina no Brasil, já que a seleção não participou da edição realizada em 1950.

Acompanhe VEJA Esporte no Facebook

Siga VEJA Esporte no Twitter

Venezuela – Enquanto os argentinos comemoram a vaga, outras equipes sul-americanas continuam brigando pela classificação. Em segundo lugar na tabela, com 26 pontos, a Colômbia está em situação confortável, mas perdeu na noite desta terça-feira para o Uruguai no Estádio Centenário. Com a vitória por 2 a 0, a Celeste Olímpica alcançou a quinta colocação, com 22 pontos, e hoje disputaria uma repescagem contra a Jordânia. O Equador também tem 22 pontos, mas está em quarto pelos critérios de desempate. O Chile aparece em terceiro, com 23 pontos. Em sexto lugar, com 19 pontos, a Venezuela ainda respira por aparelhos depois de vencer o Peru por 3 a 2 em casa. Paraguai, Bolívia e Peru estão eliminados. A próxima rodada acontece no fim de semana.

(Com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade
Publicidade