Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Argentina encara Bósnia em estreia de Messi no Maracanã

Equipe sul-americana prega respeito ao rival, debutante em Copas

A partida também marcará o retorno do estádio em um Mundial, 64 anos depois do ‘Maracanazo’, a vitória da seleção uruguaia diante do Brasil na final de 1950.

A Argentina inicia neste domingo o sonho do tricampeonato mundial em solo inimigo. A equipe sul-americana, no entanto, deve receber o apoio de milhares de argentinos que já invadiram o Rio de Janeiro e estarão no Maracanã na partida contra a Bósnia-Herzegovina, às 19h, no Maracanã. O jogo terá vários atrativos: será a estreia da Bósnia em Mundiais e do craque Lionel Messi no principal estádio brasileiro. A partida também marcará o retorno do estádio em um Mundial, 64 anos depois do ‘Maracanazo’, a vitória da seleção uruguaia diante do Brasil na final de 1950.

Leia também:

Não é piada: Marcelo Adnet mergulha de cabeça na torcida pela Bósnia

No Rio, cambistas cobram até R$ 1.300 por uma arquibancada

O encontro é visto por ambas as equipes com muito entusiasmo. No sábado, Messi postou uma foto do palco da partida e se disse ansioso por iniciar sua terceira Copa. “Com muita vontade de jogar no grande Maracanã pela primeira vez na vida e começar com o Mundial com o pé bom. Vamos com tudo” escreveu, em sua conta no Facebook. “Vamos dar de tudo para realizar o sonho de todos os argentinos, que é conquistar o terceiro título mundial. Temos um elenco maduro e muita confiança”, garantiu Javier Mascherano, que já atuou no estádio pelo Corinthians.

Leia também:

Sósia de Ronaldinho Gaúcho invade campo para abraçar Messi

A Argentina em Belo Horizonte: vai ter marmelada

Argentina vence por 2 a 0 último teste antes da Copa

Para o jogo deste domingo, o único problema do técnico Alejandro Sabella é o centroavante Gonzalo Higuaín, que apresenta dores no tornozelo direito e não está confirmado. Durante os trabalhos na Cidade do Galo, em Belo Horizonte, o comandante utilizou Ezequiel Lavezzi, com Messi, Di María e Agüero no ataque.

Leia também:

Técnico da Argentina confia em Messi: ‘Não me preocupa’

Fifa realiza antidoping surpresa na seleção da Argentina

Zagueiro da seleção argentina é indiciado por agressão

Argentina vem com Messi, Agüero, Di María e Higuaín

Mas apesar da empolgação, a Argentina vê a Bósnia como um adversário complicado. O time europeu conta com jogadores renomados, como o atacante Edin Dzeko, do Manchester City, e Miralem Pjanic, da Roma. Além disso, chega ao Brasil bastante animado. Desde que chegaram ao Guarujá, no litoral paulista, os atletas bósnios postaram diversas fotos nas redes sociais – inclusive com o ídolo argentino, Diego Armando Maradona – e se disseram prontos para surpreender.

O goleiro titular da Bósnia, Asmir Begovic, afirmou em entrevista coletiva que sua seleção não deve ter medo da Argentina. “É a realização de um sonho. Vamos estrear em Copas contra a Argentina no Maracanã. Não temos nada a perder. Será uma noite fantástica e estamos prontos para este desafio”, disse o goleiro do Stoke City, da Inglaterra.

No entanto, o técnico Safet Susic, reconheceu o favoritismo dos bicampeões mundiais. “A Argentina é favorita no grupo e na Copa. Espero oferecer o máximo de resistência. O que sei é que meus jogadores estão prontos. A Copa começou com surpresas e quem sabe não seremos mais uma”, finalizou Susic.

(Com agências EFE e AFP)