Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Argélia empata com a Rússia e conquista vaga inédita

Em sua quarta participação, equipe africana chega às oitavas pela primeira vez

A seleção da Argélia conquistou um resultado histórico nesta quinta-feira. Com um empate em 1 a 1 contra a Rússia, na Arena da Baixada, em Curitiba, a seleção africana avançou à segunda fase da Copa do Mundo pela primeira vez. Com quatro pontos, os argelinos se beneficiaram da vitória da Bélgica sobre a Coreia do Sul e terminaram em segundo lugar no Grupo H, atrás dos belgas. Nas oitavas de final, a Argélia enfrentará a Alemanha, em Porto Alegre, na segunda-feira.

Leia também:

Vídeo: os melhores momentos de Argélia x Rússia

Cristiano marca e Portugal desencanta, mas vai para casa

Alemanha vence EUA no Recife e os dois se classificam

A Rússia iniciou a partida como última colocada do grupo e foi mais ofensiva do que nas partidas anteriores desde o início. O primeiro gol saiu logo aos cinco minutos: Dmitri Kombarov cruzou da esquerda e o atacante Aleksandr Kokorin acertou uma belíssima cabeçada, no ângulo de Rais M’Bolhi. A Argélia precisava do empate e quase marcou aos 29 minutos. Islam Slimani cabeceou forte e Igor Akinfeev espalmou com estilo.

O goleiro, que foi vilão na estreia contra a Coreia, se redimiu na primeira etapa, mas voltou a falhar na segunda parte. Aos 14 minutos, Brahimi levantou na área, Akinfeev saiu mal e Slimani marcou de cabeça. No replay, foi possível ver que um laser verde vindo das arquibancadas acertou o rosto do goleiro antes do cruzamento. Akinfeev protestou com o árbitro turco Cuneyt Çakir, mas o gol foi confirmado.

Aos 28 minutos, Feghouli quase virou o jogo para os argelinos em bonita jogada individual, mas Akinfeev se recuperou com boa defesa. A Rússia precisava de apenas um gol para avançar e chegou perto a três minutos do fim: Samedov cobrou escanteio, Kozlov ganhou da zaga africana, mas o cabeceio passou rente à trave. Ao fim da partida, torcedores e jogadores argelinos comemoraram de forma eufórica a classificação inédita.