Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Aranha respeita titularidade de Rafael: Estarei sempre pronto

Por Da Redação - Atualizado em 19 jul 2016, 13h34 - Publicado em 27 maio 2012, 20h07

O goleiro Aranha não foi muito exigido no empate por 0 a 0 do Santos diante do Sport, neste domingo, na Vila Belmiro, mas esteve seguro quando exigido. Substituto natural de Rafael, que tem sido convocado com frequência para a Seleção Brasileira, o experiente reserva garante que respeita a titularidade do jovem valor santista.

‘Quando o Muricy olhar para o banco eu sempre vou estar lá. Tenho que estar em forma, jogando bem, pronto. Só dentro de campo que vamos mantendo as coisas no lugar, a forma também. Mas não tem competição com o Rafael, ele é goleiro da seleção e merece todo o meu respeito’, disse o arqueiro de 31 anos.

Aranha foi contratado pelo Santos em 2011, junto ao Atlético-MG, justamente para se tornar a sombra do jovem Rafael, que iniciava a primeira temporada como titular da meta alvinegra. Fora de forma, teve poucas chances na última temporada, mas tem emendado boas atuações em 2012, substituindo o titular nas convocações para a Seleção Brasileira e também durante uma lesão de Rafael.’Venho aproveitando bem as oportunidades que tenho, porque sei da responsabilidade de estar no elenco do Santos’, disse o goleiro, que também agradeceu a alguns torcedores do time que já pedem para ele ser titular: ‘Eu estou pronto, mas acho que é fora de questão. O Muricy escolhe, mas o Rafael é um dos melhores do Brasil’.

A respeito da atuação do Peixe no empate diante do Sport, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro, Aranha sentiu falta da individualidade dos jogadores de frente da equipe: ‘A retranca do Sport foi o que dificultou. Uma jogada individual resolveria nosso problema, mas a gente não conseguiu. Sofremos poucos contra-ataques e fizemos um bom jogo, mas não furamos essa retranca’.

Publicidade