Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Após vitória sobre o lanterna, Muricy expõe desgaste físico do Santos

O Santos derrotou o América-MG, por 2 a 1, na noite desta quarta-feira, no Parque do Sabiá, e chegou à sua quarta vitória consecutiva dentro do Campeonato Brasileiro. De quebra, o Peixe alcançou a marca de oito jogos sem derrota. Mas, tamanha recuperação tem um preço. E, segundo o técnico da equipe, Muricy Ramalho, a reação santista no Brasileirão tem levado os seus jogadores a um grande desgaste físico.

‘A gente esperava essas dificuldades que tivemos pelo nosso problema do cansaço. Tivemos uma semana inteira para nos prepararmos para o clássico, só que tivemos que correr demais contra o Corinthians. Isso deixou o nosso time muito cansado’, disse.

Segundo Muricy, o Coelho trocou alguns jogadores em relação à equipe que havia empatado com o Cruzeiro, no último domingo e, por causa disso, levou uma pequena vantagem no aspecto físico diante do Alvinegro Praiano.

‘O time deles teve trocas em relação a alguns atletas que jogaram no final de semana e contra a gente não. Nós não pudemos fazer isso e ficamos muito cansados. Sofremos bastante e tivemos que buscar o resultado na superação. Mas Campeonato Brasileiro é assim mesmo: têm jogos que você precisa ganhar, seja como for’, comentou.

O desgaste é tão grande que Muricy Ramalho deu folga geral para o elenco nesta quinta e cogita até mesmo retirar alguns jogadores, mais fatigados, da partida contra o Figueirense, no sábado, às 18 horas (horário de Brasília), na Vila Belmiro. Vale ressaltar que o atacante Neymar não enfrenta os catarinenses, pois recebeu o terceiro cartão amarelo e irá cumprir suspensão automática na próxima rodada.

Mas, no que depender do atacante Borges, artilheiro do Brasileirão, com 18 gols, o Santos irá a campo diante do Figueira com o melhor que estiver à disposição do treinador. ‘Essa série é muito cansativa realmente. E, se vocês chegarem ao vestiário, vão ver que está todo mundo exausto. Estamos tendo que ‘matar um leão’ por jogo. E temos que vencer no sábado. Se depender de mim e do grupo, estaremos todos em campo para ajudar o Santos’, analisou.