Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Após vitória e golaço, Fabinho desabafa: ‘Nada é fácil no Guarani’

O atacante Fabinho, que readquiriu o status de titular com as frequentes ausências de Marcelo Macedo e Denílson no time do Guarani, brilhou na vitória por 3 a 0 sobre o Grêmio-SP, nesta terça-feira, com um belo gol aos 13 minutos do segundo tempo, e uma assistência para Dairo aos 46.

Na partida anterior, contra o Duque de Caxias, Fabinho marcou o primeiro gol do Bugre e, por conta dos tentos assinalados, é considerado o herói da reação da equipe no Brasileirão da Série B. Da zona do rebaixamento, a equipe subiu para o momentâneo 12lugar.

Feliz apesar do momento crítico dentro e fora de campo, o atacante desabafou após a partida: ‘Nada é fácil no Guarani, nem para mim e nem para ninguém, sempre temos obstáculos. Eu, assim como meus companheiros, estou trabalhando para ajudar todo mundo. É por isso que aqui dentro as coisas acontecem e nós estamos conseguindo tirar a equipe dessa situação’.

Exaltando o ambiente interno, Fabinho prometeu que a torcida ainda entoará o canto ‘Time de Guerreiros’ mais algumas vezes dentro do Brinco de Ouro: ‘Se não fosse pelo nosso ambiente interno e pelo apoio da torcida, não sairíamos desta situação, que hoje é muito difícil. Quatro meses de salários atrasados não é fácil, se fosse um grupo de malandros, e quem está no meio do futebol entende o que estou falando, já teria chutado o balde faz tempo, já teria explodido e falado muitas coisas, mas nosso grupo sempre tentou ver o lado do clube e entender a situação. Procuramos aqui dentro de campo fazer nosso melhor para que, lá fora, eles possam resolver isso. Tenho certeza que eles estão tentando resolver tudo da melhor forma possível’.

O segundo gol do Guarani sobre o time de Barueri foi marcado por Fabinho após lançamento de Ari, quando chegou antes do zagueiro e deu um tapa por cima do goleiro, da entrada da área. Após o tento, ele correu para o abraço com a comissão técnica do clube que, segundo ele, tem dado força em um momento difícil da vida profissional e pessoal.

‘Tenho dois meninos e os dois acabaram pegando pneumonia, estavam internados. Ninguém sabe que a gente tem dificuldades na vida fora de campo, porque procuramos fazer nosso melhor dentro para ajudar o Guarani a sair desta situação. Todos estão se entregando muito para que as coisas melhorem e podem ter certeza que o mais rápido possível vamos estar resolvendo todas essas coisas tanto dentro quanto fora de campo’, concluiu, cheio de confiança, o atacante Fabinho.