Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Após uma semana em coma, lateral do XV de Piracicaba sofre morte cerebral

Cláudio Canavarros, de 21 anos, havia sofrido um mal súbito na última segunda-feira e desde então seu quadro de saúde piorou; o clube confirmou a morte do jogador na manhã desta segunda-feira

Por Da Redação - 1 fev 2016, 12h35

O lateral do XV de Piracicaba, Cláudio Canavarros, sofreu morte cerebral nesta segunda-feira. Há uma semana, o jogador de 21 anos havia sofrido um mal súbito enquanto treinava com o restante do elenco do XV de Piracicaba para a disputa do Campeonato Paulista. Ele recebeu atendimento médico imediatamente e depois foi encaminhado para a Santa Casa, onde os médicos constataram um edema cerebral. Canavarros ficou cinco dias em coma induzido na UTI do Emcor (Emergência do Coração) de Piracicaba, desde o início de sua internação.

O departamento médico do XV de Piracicaba afirma que realizou todos os exames exigidos pela Fifa antes de iniciar as atividades físicas com o jogador. “Pode acontecer a qualquer momento e com qualquer pessoa. Tomamos todas as precauções para que esse risco diminua, mas ele existe. Portanto, não existe uma explicação plausível para o que aconteceu”, explicou o médico do clube Raphael Salvador, que deu entrevista coletiva na última terça-feira ao lado do diretor adjunto, José Roberto Alleoni.

Carreira – Canavarros era uma aposta do XV de Piracicaba para o Paulistão. Após chegar por empréstimo, cedido pelo Inter de Lages, de Santa Catarina, ele brigava pela titularidade no time dirigido por Claudinho Batista, que perdeu neste domingo para o Corinthians na estreia do estadual paulista. Em 2014, ele foi campeão da Copa São Paulo com o Santos, onde foi revelado nas categorias de base do clube.

Ciclista morre atropelado durante treino na Rio-Santos

Publicidade

Morre halterofilista brasileiro campeão do Parapan de Toronto

(Com Estadão Conteúdo)

Publicidade