Clique e assine com 88% de desconto

Após um mês internado, herói uruguaio do Maracanazo recebe alta

Por Da Redação - 17 jul 2012, 12h13

Montevidéu, 17 jul (EFE).- O ex-jogador uruguaio Alcides Edgardo Ghiggia, autor do gol que garantiu o título da seleção celeste na Copa do Mundo de 1950 diante do Brasil – partida que ficou reconhecida como Maracanazo -, recebeu alta nesta terça-feira após ter sofrido um grave acidente de automóvel há um mês.

Apesar de ter recebido alta, o ex-jogador, que possui 85 anos e é considerado um dos maiores ídolos esportivos de seu país, permanecerá mais alguns em uma clinica de Montevidéu para fazer fisioterapia e ter tempo de adaptar sua casa para continuar sua recuperação, informou Beatriz Masui, esposa de Ghiggia.

Os médicos também recomendaram dois meses de repouso ao ex-jogador, que, no acidente, fraturou o braço esquerdo, o pé direito e o quadril, além de recebido uma grande pancada na cabeça.

A fratura do quadril é a que mais preocupa os médicos, que ainda não descartaram a possibilidade de uma intervenção cirúrgica.

Publicidade

No dia 13 de junho, Ghiggia bateu seu automóvel na traseira de um caminhão que cruzou uma via sem respeitar a sinalização. O acidente ocorreu próximo a residência do ex-jogador, que vive a cerca de 20 quilômetros de Montevidéu. O motorista do caminhão, por sua vez, está sendo processado sob a acusação de ‘lesão corporal grave’.

EFE

jf/fk

Publicidade