Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Após tristeza e medo, Leandrinho comemora aceitação na Seleção

O armador Leandrinho Barbosa viveu dias de apreensão e receio entre sua convocação para a Seleção Brasileira masculina que vai aos Jogos Olímpicos de Londres-2012 e a apresentação ao técnico Rubén Magnano, no último domingo. O jogador do Indiana Pacers temia que os outros atletas da equipe não o recebessem bem, por conta de seu pedido de dispensa do Pré-olímpico de Mar Del Plata, em 2011, mas hoje comemora ter sido aceito sem problemas pelo grupo.

Ele e o pivô Nenê recusaram o chamado para disputar o Pré-olímpico-2011 alegando motivos particulares. Em um episódio que ainda gera desconforto, a Confederação Brasileira de Basquete (CBB) informou que Leandrinho, que também apontou a necessidade de se recuperar de uma lesão no punho, mandou um e-mail 30 minutos antes do horário marcado da apresentação para comunicar a dispensa. O jogador nega a versão.

Na ocasião, Anderson Varejão, do Cleveland Cavaliers, apresentou-se à Seleção mesmo sem condições de atuar por conta de uma lesão no tornozelo e acabou cortado da equipe. Tiago Splitter, do San Antonio Spurs, foi o único atleta brasileiro que atua na NBA a jogar o Pré-olímpico.’A recepção foi boa, cara. Eu não esperava, não sabia como ia ser, era meu único medo. Tive meus motivos, alguns entendem, outros, não. O mais importante de tudo era o grupo e a comissão técnica me aceitaram e isso foi realizado. Então, missão cumprida e vamos agora para a próxima’, afirmou o armador, após o primeiro treino da Seleção, nesta quarta-feira em São Paulo.

O pedido de dispensa de Leandrinho e Nenê gerou comentários contra a dupla da NBA e uma nova convocação dos dois foi questionada por técnicos e ex-jogadores. O próprio técnico Rubén Magnano admitiu que ficou em dúvida se os chamava para Londres-2012, mas acabou decidindo por suas presenças.

O armador do Pacers acompanhou praticamente calado parte da polêmica em torno de seu nome, tanto nos Estados Unidos, como no Brasil. Em outubro, cerca de um mês após o fim do Pré-olímpico, ele acertou com o Flamengo para se manter em atividade durante o locaute que atrasou o início da temporada da NBA.

‘Foi um momento de sofrimento para mim, por pouco não entrei em depressão. Quem me conhece sabe que tenho um carinho muito grande e é um orgulho estar com a Seleção. Muita gente falou mal de mim e não era aquilo que estava acontecendo. Agora é esquecer isso, trabalhar muito duro para ir atrás dessa medalha olímpica’, afirmou Leandrinho.

A apresentação dos jogadores da Seleção Brasileira ao técnico Rubén Magnano ocorreu no último domingo, em um hotel em São Paulo. Dos 12 atletas chamados, apenas Tiago Splitter, que encerrou na última semana sua participação na NBA com o San Antonio Spurs, e o armador Marcelinho Huertas, que ainda defende o Barcelona na final da Liga Espanhola, não apareceram, já que receberam permissão para integrar o grupo posteriormente.

O time treina em São Paulo até o fim de junho, quando disputa o primeiro de quatro torneios preparatórios para os Jogos Olímpicos de Londres-2012. Também está na programação do Brasil um amistoso contra a seleção dos Estados Unidos, em Washington.