Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Após superar viagem cansativa, Corinthians se preocupa com altitude

O primeiro adversário já foi vencido pelo Corinthians. A delegação alvinegra superou uma viagem que durou mais de 12 horas e chegou na manhã desta segunda ao hotel onde ficará concentrada para a partida de quarta-feira, contra o Cruz Azul. A preocupação agora está relacionada à altitude da Cidade do México.

‘A viagem foi à noite, então pudemos descansar durante o voo. Acho que o trânsito até aqui foi pior’, comentou o meia Alex, lembrando que o grupo demorou aproximadamente 1h30 para ir de ônibus do aeroporto ao hotel.

O próprio Alex fez o alerta para os efeitos dos 2.400 metros acima do nível do mar que o Timão terá de encarar, mas lembrou que o lado psicológico também deve ser trabalhado para não haver maiores problemas.

‘Existem alguns fantasmas em relação à altitude, mas precisamos tomar cuidado para que isso não seja mais psicológico do que na prática. A tendência é que a bola corra mais mesmo’, disse o apoiador, que teve seu discurso reiterado pelo volante Paulinho.

‘É a minha primeira experiência na altitude. O Tite nos disse que a bola costuma correr um pouco mais, mas espero que seja positivo’, opinou o camisa 8.

A comissão técnica do Corinthians não tomou nenhuma medida extra para coibir a interferência do ar rarefeito. A preocupação seria maior caso a altitude fosse superior a 2.800 metros, quando os efeitos são maiores.

Dos 25 atletas inscritos na primeira fase do torneio continental, 21 estão à disposição. Os zagueiros Paulo André e Wallace, operados, o lateral direito Alessandro, com lesão na coxa, e o atacante Adriano, vetado por questões físicas e disciplinares, ficaram em São Paulo. Welder, que seria o substituto natural de Alessandro, se recuperou de um problema clínico e integra a delegação, mas Tite já avisou que o volante Edenílson será mantido como titular pelo lado direito.

A escalação, por sinal, já foi anunciada pelo comandante e é a mesma da vitória por 2 a 0 sobre o paraguaio Nacional, semana passada, no Pacaembu: Julio Cesar; Edenílson, Chicão, Leandro Castán eFábio Santos; Ralf, Paulinho, Danilo e Alex; Jorge Henrique e Liedson.