Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Após superar Robinho, Neymar minimiza feito: É meu ídolo’

Por Da Redação Atualizado em 19 jul 2016, 13h34 - Publicado em 30 mar 2012, 00h15

A noite desta quinta-feira foi histórica para a carreira de Neymar. Com três gols sobre o Guaratinguetá, na goleada de 5 a 0, na Vila Belmiro, o craque ultrapassou o atacante Robinho e se tornou o quarto maior artilheiro do Santos na Era pós-Pelé. Agora, a Joia possui 95 gols contra 94 do Rei das Pedaladas.

Apesar desse feito expressivo, Neymar preferiu não estabelecer comparações com Robinho, a quem classificou como um ídolo pessoal. ‘Não jogo para ser o melhor ou para passar alguém. Robinho é meu ídolo, vocês (jornalistas) todos sabem disso. E ídolo está sempre acima de tudo’, afirmou.

Neymar alcançou esse número em apenas 173 jogos, enquanto Robinho vestiu a camisa do Peixe em 213 oportunidades, em suas duas passagens pela Vila. Juntos, os dois atacantes ajudaram o time alvinegro a ganhar o Campeonato Paulista e a Copa do Brasil, no primeiro semestre de 2010.

Com os gols sobre o Guará, Neymar também chegou a 24posição no ranking dos maiores artilheiros da história geral do clube. Pelé lidera essa lista, com 1.091 gols.

Indagado sobra até onde pode escrever o seu nome na história do Santos, a Joia manteve o discurso humilde. ‘Não o que eu virei. Quero apenas trabalhar, evoluir. Não me preocupo em ser artilheiro, o meu negócio é bola dentro da rede. Quando chega para mim, o que eu quero é ir para o gol. Quero ajudar o Santos sempre, o que para mim é o mais importante’, concluiu.

Continua após a publicidade
Publicidade