Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Após quatro meses no Reffis, Wellington corre no campo ‘sem mancar’

Em uma semana que teve a demissão de Emerson Leão, a boa notícia no São Paulo estava em uma novidade no campo. E não era a presença de um novo técnico. Desde segunda-feira, Wellington passou a correr no gramado, iniciando mais uma fase da recuperação de cirurgia no joelho esquerdo.

‘Fico muito feliz com esta nova etapa. Trabalhei no REFFIS por quatro meses para voltar ao campo sem mancar. Estou feliz por correr bem, sem sentir dor’, comentou o volante, que sofreu a cirurgia em fevereiro e deve ter condições de ser escalado novamente apenas em outubro.

Antes da volta, o jogador já agradece ao clube. ‘A satisfação é muito grande. Primeiramente tenho que agradecer a Deus, ao REFFIS e aos meus familiares. Já disse isso uma vez, mas não conheço um REFFIS como este, que trabalha a cabeça, o corpo… o trabalho deles está sendo muito bem feito e por isso voltei bem assim.’

A alegria do atleta só diminui ao comentar a fase atual da equipe. Eliminado nas semifinais do Campeonato Paulista e da Copa do Brasil, vindo de duas derrotas seguidas, sem nenhum ponto somado como visitante neste Brasileiro e agora com o coordenador técnico Milton Cruz como interino, o time tem entristecido Wellington.

‘É um momento difícil, ainda mais complicado quando você não está lá dentro de campo para ajudar. Mas procuro dar esperança, força e alegria, para que eles possam saber que estou com eles mesmo sem poder jogar’, disse o meio-campista.