Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Após polêmica de quadras, oposição fará vistoria na Arena Palestra

Por Da Redação 1 nov 2011, 06h36

A oposição do Palmeiras quer acompanhar mais de perto as reformas na Arena Palestra. Depois da polêmica em relação às quadras de tênis na área social do clube, quatro conselheiros farão uma visita às obras na sexta-feira, quando fiscalizarão cada detalhe do projeto.

‘Nós vamos visitar as obras para que a WTorre nos passe o que está sendo feito. Vamos em quatro conselheiros envolvidos no processo da oposição. Fiz a solicitação para ter certeza de que o que está sendo feito é o que foi combinado lá atrás e que a Wtorre está entregando as áreas devidas’, afirmou Wlademir Pescarmona, em contato por telefone com a GE.Net.

A polêmica teve início da semana passada, no fim da reunião do Conselho Deliberativo. Depois do quente debate sobre eleições diretas e formação de um comitê gestor, a Arena Palestra virou o assunto entre os palmeirenses. Na ocasião, alguns conselheiros ficaram revoltados com a informação de que três quadras de tênis não poderão ser construídas no clube modernizado.

Pelos dados que receberam, apenas quatro quadras seriam entregues ao término das obras, em vez de sete. Pescarmona, então, enviou uma carta para pedir mais informações sobre o assunto aos presidentes das três esferas do clube: Arnaldo Tirone (diretoria executiva), Alberto Strufaldi (Conselho de Orientação Fiscal) e José Ângelo Vergamini (Conselho Deliberativo).

Além disso, a construtora WTorre, responsável pela reforma, respondeu que haverá espaço para tudo que estava previsto no projeto inicial, inclusive as sete quadras de tênis. Porém. Pescarmona e outros três integrantes vão conferir de perto a situação da Arena.

‘Existem as plantas que foram discutidas e estão em atas de reuniões. Não podem chegar e mudar’, justificou. ‘A WTorre me garantiu que as áreas são as mesmas’.

A previsão é de que a Arena Palestra fique pronta em abril de 2013, mas os prédios administrativo e poliesportivo devem ser entregues no fim deste ano.

Continua após a publicidade
Publicidade