Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Após novo mal-estar, Felipão busca classificação contra Atlético-PR

Por Da Redação - 23 maio 2012, 07h27

O técnico Luiz Felipe Scolari gerou um novo mal-estar com dirigentes do Palmeiras ao anunciar que não permanecerá no clube para a próxima temporada. Para amenizar o desconforto, o treinador busca vaga na semifinal do torneio mais almejado atualmente pela alta cúpula alviverde: a Copa do Brasil. Nesta quarta-feira, o Verdão encara o Atlético-PR, às 19h30 (de Brasília), na Arena Barueri.

Depois do anúncio de Felipão, feito em entrevista ao programa Mesa Redonda, da ‘TV Gazeta’, a diretoria minimizou o episódio e manteve o discurso de apoio ao treinador, que tenta confirmar sua fama de especialista em mata-mata. Na primeira partida entre os clubes nestas quartas de final, o Palmeiras conseguiu o empate por 2 a 2, na Arena da Baixada.

Por isso, o time paulista tem a vantagem de se classificar em caso de empates por 0 a 0 ou 1 a 1. Mesmo assim, o elenco alviverde tem cautela ao analisar o adversário desta quarta-feira.’Nós temos de respeitá-los. O Atlético-PR ganhou do Cruzeiro fora de casa (na fase anterior do torneio) e mostrou que é uma equipe muito perigosa’, alertou o zagueiro Maurício Ramos.

O defensor foi poupado na estreia do Verdão no Campeonato Brasileiro e volta ao time neste confronto, formando dupla com Henrique, que não disputou o jogo em Curitiba porque estava suspenso. O meia Valdivia e o volante Marcos Assunção, que também foram preservados diante da Portuguesa, reassumem suas respectivas vagas no meio-campo.

Publicidade

O treinador considera o capitão uma peça fundamental da equipe nesta fase decisiva. ‘Para substituir o Assunção, é só contratar outro Assunção, porque devem haver só dois jogadores no mundo com a qualidade dele’, enalteceu.

Mais um que retorna após ser poupado é o atacante Mazinho. Por outro lado, o grande desfalque é o argentino Hernán Barcos, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Betinho foi contratado para ser o substituto imediato do Pirata, mas não tem vaga garantida. Luan e Maikon Leite estão mais fortes na disputa pela vaga.

Com os dois gols tomados jogando em Curitiba, o discurso no Furacão é um só: vencer para se classificar. O técnico Juan Carrasco pode realizar pelo menos duas mudanças em relação ao time que estreou com goleada na Série B do Campeonato Brasileiro para cima do Joinville. Isso porque os laterais Gabriel Marques e Héracles foram liberados pelo departamento médico e podem ir para o jogo. Marques, aliás, acredita estar 100% fisicamente, do jeito que o treinador gosta.

‘Estou muito feliz. Acredito que volto até melhor fisicamente. Espero ter a oportunidade de retornar à equipe na quarta-feira ou figurar no banco de suplentes’, afirmou o jogador, que garante estar pronto para dar sua contribuição na luta por uma vaga. ‘Quero muito ajudar o grupo a se classificar à próxima fase da Copa do Brasil. Não tenho dor. O trabalho da fisioterapia foi excelente nessas duas semanas’, acrescentou.

Publicidade

Outras duas mudanças foram testadas durante os treinamentos no CT do Caju. O atacante Guerrón, artilheiro do time na Copa do Brasil, foi sacado. O motivo seria uma possível negociação envolvendo o jogador. Já Paulo Baier foi poupado e a tendência é seguir seu revezamento, atuando como titular jogo sim, outro não. Se as alterações forem confirmadas, Ligüera e Zezinho entram, mostrando também uma maior preocupação com a marcação no meio-campo.

FICHA TÉCNICA

PALMEIRAS X ATLÉTICO-PR

Local: Arena Barueri, em Barueri (SP)

Publicidade

Data: 23 de maio de 2012, quarta-feira

Horário: 19h30 (de Brasília)

Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (Fifa-MG)

Assistentes: Márcio Eustáquio Santiago (Fifa-MG) e Cleriston Clay Barreto Rios (SE)

Publicidade

PALMEIRAS: Bruno; Cicinho, Maurício Ramos, Henrique e Juninho; Márcio Araújo, Marcos Assunção, João Vitor e Valdivia; Mazinho e Luan (Maikon Leite)

Técnico: Luiz Felipe Scolari

ATLÉTICO-PR: Rodolfo; Gabriel Marques (Pablo), Manoel, Renan Foguinho e Héracles; Deivid, Alan Bahia, Zezinho (Guerrón) e Ligüera (Paulo Baier); Edigar Junio e Bruno Mineiro

Técnico: Juan Carrasco

Publicidade