Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Após má campanha na Euro, Franciszek Smuda deixa o comando da Polônia

Por Da Redação - 19 jun 2012, 12h01

Gdynia (Polônia), 19 jun (EFE).- A Eurocopa fez sua primeira vítima nesta terça-feira, quando o presidente da federação polonesa, Grzegorz Lato, anunciou que o técnico Franciszek Smuda não seguirá no comando da seleção do país, após a eliminação na primeira fase da competição continental.

‘Antes desta coletiva tive um encontro com Smuda e falamos do futuro. Chegamos ao acordo de que não ele seguirá seu trabalho com a seleção da Polônia’, disse o dirigente e maior ídolo do futebol do país.

Lato revelou que já está pensando no substituto de Smuda e que alguns profissionais já se ofereceram para tentar comandar a Polônia na busca por uma vaga na Copa do Mundo de 2014. ‘Não começamos as negociações ainda, mas é certo que não temos muito tempo’, disse.

Os poloneses estão no grupo H das eliminatórias, ao lado de Inglaterra, Moldávia, Montenegro, San Marino e Ucrânia. A estreia da equipe será no dia 7 de setembro, contra os montenegrinos, fora de casa.

Publicidade

Smuda assumiu o comando da seleção polonesa em 2009, após a demissão do holandês Leo Beenhakker, que fez péssima campanha na luta por uma vaga na Copa de 2010. O atual treinador, contudo, não resistiu a má campanha da Polônia na Euro, quando mesmo sediando o torneio, a equipe saiu na primeira fase, sem vencer um jogo sequer. EFE

jjl/bg

Publicidade