Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Após jogar ‘fora de posição’, Henrique vislumbra atuar onde gosta mais

Henrique deve ser o substituto do suspenso Dagoberto, no sábado, contra o Ceará. Será a segunda chance recebida pelo atacante do São Paulo após o Mundial Sub-20, na Colômbia, competição da qual foi craque e artilheiro. Na primeira oportunidade, ele não foi bem e disse ter jogado fora de posição.

O camisa 17 foi escalado contra o Figueirense, em Florianópolis, dia 3 de setembro. Ele foi pouco acionado e, na ânsia de ter a bola que não chegava, acabou voltando ao meio-campo para cometer falta que lhe rendeu cartão amarelo. No intervalo, foi substituído por Rivaldo, justamente o autor do gol da vitória por 2 a 1.

Provável substituto daquele que vinha sendo o atleta mais avançado do time (Dagoberto), o jovem de 19 anos espera começar a justificar o novo contrato que assinou após voltar da Colômbia, até 2016.

O técnico Adilson Batista se diz fã de Henrique, tanto que, durante o Mundial Sub-20, revelou ter pedido sua contratação no primeiro semestre, quando comandava o Atlético-PR. Com o atacante à disposição, porém, ainda demonstra cautela para apostar nele. Não o inscreveu na primeira fase da Copa Sul-americana, por exemplo – o clube tem até 48 horas antes da partida de ida pelas oitavas de final para fazer alterações na lista.

Henrique sempre evitou cobrar claramente uma posição fixa entre os preferidos do treinador, mas reforça seu desejo de ao menos ter chances de mostrar seu talento. Com o iminente retorno de Luis Fabiano, as oportunidades devem se tornar escassas.