Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Após fim dos testes da F1, Marussia apresenta carro

Por Da Redação 5 mar 2012, 09h44

Por AE

Silverstone – Um dia depois do término dos testes coletivos de pré-temporada da Fórmula 1, a Marussia apresentou nesta segunda-feira, em Silverstone, na Inglaterra, o seu novo carro para a o Mundial de 2012 da categoria. A equipe foi forçada a adiar a apresentação do seu novo modelo, o MR01, após ser reprovada nos testes de impacto obrigatórios da Federação Internacional de Automobilismo (FIA).

Por causa da reprovação, a escuderia acabou ficando fora da série final de testes coletivos realizada entre quinta-feira e domingo, em Barcelona, e optou por se concentrar no desenvolvimento do seu novo carro. E o que chamou mais a atenção no modelo exibido nesta segunda foi a ausência do degrau no bico, que foi uma opção aerodinâmica adotada por quase todas as equipes da F1 até aqui. Até então apenas a McLaren não havia optado por esse tipo de bico e era uma exceção na categoria.

A Marussia, antes chamada de Virgin, contará neste ano com a dupla formada pelo alemão Timo Glock, na equipe desde o início da jornada da equipe na F1, e o jovem francês Charles Pic, de 22 anos, estreante na categoria.

“Estamos muito satisfeitos em poder correr com o novo MR01 pela primeira vez nesta manhã. Tem sido uma longa e frustrante espera para todos nós da equipe, mas agora nós podemos voltar para a pista, literalmente, e começar a trabalhar visando o primeiro fim de semana da temporada, na Austrália”, afirmou John Booth, chefe da Marussia, se referindo à prova de abertura do Mundial deste ano, que será realizada no próximo dia 18, em Melbourne.

Pic e Glock poderão dar voltas na pista com o novo carro nestes próximos dois dias, mas em eventos promocionais. Com isso, eles terão de usar pneus de demonstração, que não contam com a especificação e o tipo de borracha usada pela Pirelli, fornecedora única dos compostos da Fórmula 1. Mas, independentemente disso, a escuderia descreveu que o novo modelo terá uma “evolução significativa” em relação ao ano passado.

“Hoje (segunda) é o primeiro de dois dias de exibição, então os pilotos vão conseguir ter uma impressão do carro, ainda que eles não tenham condições de tirar conclusões reais até que nós começamos a correr pra valer, em Melbourne”, disse Booth, para depois completar: “No entanto, este é um dia importante para nós e vamos aproveitar cada minuto na pista com o carro novo”.

Continua após a publicidade
Publicidade