Clique e assine a partir de 9,90/mês

Após empate, Seleção fica confiante em ganhar troféu no Brasil

Por Da Redação - 14 set 2011, 23h59

O futebol ficou longe de empolgar, mas a Seleção Brasileira está satisfeita com a igualdade por 0 a 0 fora de casa contra a Argentina, no primeiro encontro do Superclássico das Américas. Agora, a equipe verde-amarela acredita que pode fazer a diferença no confronto de volta, dentro de duas semanas, em Belém (PA).

Quem vencer no estádio Olímpico do Pará (Mangueirão) assegura a taça. Se houver outro empate, a definição do campeão da competição será nas penalidades.

‘Foi um ótimo resultado, agora poderemos decidir em casa’, exaltou o atacante Neymar, que teve dificuldades com a marcação adversária.

A Seleção Brasileira demorou a encontrar o bom futebol em solo argentino. O ataque formado por Ronaldinho Gaúcho, Neymar e Leandro Damião melhorou apenas a partir dos 30 minutos da etapa complementar.

Continua após a publicidade

‘Todo mundo sabe que é complicado, entramos em campo com um time jovem que nunca jogou junto. Mas, no Brasil, a história será diferente, vai ser melhor’, apostou Ronaldinho Gaúcho.

Estreante na Seleção Brasileira principal, Oscar foi utilizado por 29 minutos – entrou no lugar de Renato Abreu – e fez um balanço positivo da estreia. O atleta do Internacional acredita que a equipe canarinho esteve mais próxima do resultado positivo.

‘Acho que jogar aqui é dificil, a gente jogou bem, tivemos oportunidades de fazer o gol. Acertamos duas vezes a bola na trave. Por detalhe, a gente não saiu com a vitória’, encerrou Oscar.

Publicidade