Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Após eliminação, Santos segue em busca de renovação com Ganso

A queda do Santos na Copa Libertadores da América certamente terá impacto no planejamento do clube para o restante da temporada. O próprio presidente santista, Luis Álvaro de Oliveira Ribeiro, já admitiu isso. Mas, apesar disso, a renovação de contrato do meia Paulo Henrique Ganso segue sendo uma das prioridades do Peixe.

As conversas para o acerto de um novo vínculo do camisa 10 têm sido mantidas nas últimas semanas e o otimismo quanto a renovação existe. Porém, o staff de Ganso tem receio de que a eliminação alvinegra na Libertadores altere os planos do time da Vila Belmiro.

No entanto, apesar da queda nos valores das receitas com o revés no torneio internacional, o mandatário segue com a ideia de atualizar o contrato do ‘maestro’. ‘A previsão de receitas cai e, por essa razão, vamos analisar o nosso orçamento. Mas o interesse continua. Fizemos uma proposta e eles (Ganso e Papito, seu irmão e empresário) desejam alguns ajustes. Seguimos conversando’, ponderou Luis Álvaro.

Para que a renovação finalmente aconteça, as duas partes podem ceder em alguns pontos. O Santos não irá aumentar o tempo de contrato do atleta, válido até o final de fevereiro de 2015. Em compensação, Paulo Henrique Ganso deverá ceder parte dos seus direitos de imagem ao clube – o meia tem 100% desses direitos. A multa rescisória para o exterior, avaliada em 50 milhões de euros (cerca de R$ 129 milhões), não deve ser alterada.

Porém, caso as negociações tenham um desfecho positivo, a principal reclamação de Ganso deve ser atendida. Com os seus vencimentos mensais defasados em comparação com o restante do elenco, principalmente em relação ao atacante Neymar, o camisa 10 do Peixe deverá receber um reajuste salarial, impulsionado por futuras receitas de acordos publicitários, que venham a ser captados pelo clube.