Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Após derrota para o Granada, Neymar sofre ofensas racistas

Torcedores emitiram sons de macaco quando o jogador saiu do ônibus da delegação, em Barcelona

Por Da Redação - 13 abr 2014, 15h05

Após a derrota por 1 a 0 para o Granada no Campeonato Espanhol neste sábado – a primeira depois de 42 anos de vitórias sobre o time andaluz – o Barcelona foi recebido com protestos pela torcida na volta ao Camp Nou. O atacante Neymar não foi poupado pelos torcedores, que insultaram o brasileiro com gritos racistas.

Ao chegar à sede do clube azul-grená, os jogadores ouviram xingamentos. A ação foi registrada em vídeo pelo jornal As. Assim que Neymar saiu do ônibus da delegação, os torcedores passaram a emitir sons de macacos. Os atletas do Barça ainda foram abordados em seus próprios carros.

Leia também:

Como a briga Real x Barcelona pode destronar a Espanha

Publicidade

‘O problema do Barcelona é Neymar’, dispara Johan Cruyff

Na manhã deste domingo, a equipe se reapresentou aos trabalhos no centro de treinamento, mesmo liberados para folga pelo técnico Gerardo Martino. Os torcedores não compareceram.

RacismoNeymar já havia sido alvo de racismo na Europa por parte dos torcedores do Espanyol, que confrontou o Barcelona. Os torcedores adversários imitaram sons de macaco para o ex-santista e para Daniel Alves. Durante a partida, uma banana foi arremessada no campo.

(Com GazetaPress)

Publicidade