Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Após derrota, Apoel recebe Lyon para seguir surpreendendo

Uma das surpresas desta Liga dos Campeões, o Apoel já fez história ao tornar-se a primeira equipe do Chipre a avançar às oitavas de final da competição europeia. Para seguir à próxima fase do torneio, o time recebe nesta quarta-feira, às 16h45 (de Brasília), o Lyon, que no primeiro jogo, na França, conseguiu a vitória por 1 a 0.

Após liderar o Grupo G, que ainda contou com Zenit, segundo colocado, Porto, atual campeão da Liga Europa, e o Shakhtar Donetsk, da Ucrânia, o time cipriota precisa de uma vitória por dois ou mais gols de diferença para levar a vaga, ou um triunfo por 1 a 0 para decidir o avanço nos pênaltis.

Mesmo sem ser considerado um dos favoritos à disputa, o Apoel demonstra grande motivação para avançar às quartas de final, conforme o discurso do brasileiro Aílton. ‘Acho que nosso trabalho de equipe foi a chave para nosso atual momento. Além do sonho de avançar e dar tudo em cada jogo, foi um ponto importante para conseguir chegar aonde chegamos’, disse, em entrevista para o ‘site da Uefa’.

Para o jogador, o apoio da torcida poderá ser um fator importante nesta quarta-feira. ‘Estes são os melhores torcedores entre as equipes que já joguei, e entre os países por onde passei. Nada se compara a eles. A paixão é muito maior e a forma como eles apóiam o time é muito boa’, elogiou.

O Lyon, por sua vez, tem chances remotas de conquistar o título francês – o time está a 15 pontos do líder Paris Saint-Germain. Por isso, o foco da equipe é no avanço à próxima fase da Liga dos Campeões, especialmente depois da vitória na primeira partida das oitavas de final.

Por isso, de acordo com o meia Kim Kallstrom, o encontro com a Apoel chega em um bom momento. ‘Esta é uma competição diferente e estou com esperanças de que vamos fazer o necessário para prosseguirmos na competição. É a primeira vez que o Lyon visita o Chipre e queremos sair de lá com um lugar nas quartas de final’, avisou o jogador, que tratou de evitar falar sobre uma possível vantagem após o resultado na partida de ida.

‘Este será um jogo diferente daquele na ida. Estamos com a vantagem, mas precisamos manter nossa concentração e ter a certeza de que seremos eficazes quando atacarmos o Apoel’, completou.

FICHA TÉCNICA

APOEL X LYON

Local: GSP Stadium, em Nicósia, no Chipre

Data: 7 de março de 2012, quarta-feira

Horário: 16h45 (de Brasília)

Arbitragem: Alberto Undiano Mallenco (Espanha)

Assistentes: Roberto Alonso Fernández e Jesús Calvo Guadamuro (ambos da Espanha)

Assistentes adicionais: Antonio Mateu Lahoz e César Muñiz Fernández (ambos da Espanha)

APOEL: Chiotis; Poursaitides, Paulo Jorge, Kaká e Boaventura; Morais, Sousa, Charalambidis, Manduca e Trickovski; Ailton

Técnico: Rémi Garde

LYON: Lloris; Réveillère, Koné, Cris e Cissokho; Gonalons, Kalstrom, Briand, Ederson e Michel Bastos; Lisandro

Técnico: Ivan Jovanovic