Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Após deixar o Chelsea, médica irá processar Mourinho por assédio moral

Eva Carneiro foi duramente criticada pelo técnico e acabou desligada do clube

A ex-médica do Chelsea, Eva Carneiro, irá acionar a Justiça contra o treinador José Mourinho e o ex-clube pela polêmica em que se envolveu com o técnico português, em agosto, que culminou na sua saída do time londrino. Segundo informações dos jornais europeus, a britânica, nascida em Gibraltar, pedirá uma indenização ao Chelsea pela quebra repentina de seu contrato e processará Mourinho por assédio moral.

Leia também:

Crise no Chelsea: Mourinho coleciona confusões e já desagrada brasileiros

Mourinho joga medalha de vice para torcida após título do Arsenal

Mourinho responde à mulher do técnico do Real Madrid: ‘Deveria cuidar da dieta do marido’

​Mourinho perde habilitação por excesso de velocidade

O desentendimento com Mourinho ocorreu no dia 12 de agosto, quando a médica de 42 anos entrou em campo na partida entre Chelsea e Swansea para tratar do jogador belga Eden Hazard. Mourinho, no entanto, alegou não ter autorizado o atendimento em campo, quando o Chelsea empatava em 2 a 2 e tinha um jogador a menos, logo no fim da partida. O técnico português xingou Eva no momento em que ela entrou em campo e após o jogo a criticou duramente na coletiva de imprensa. Dias depois, ela foi afastada e no final de setembro ela foi desligada do cargo que ocupava desde 2009.

(Com Gazeta Press)