Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Após cirurgia no joelho, Dracena inicia processo de recuperação

O zagueiro Edu Dracena, que sofreu uma ruptura no ligamento cruzado anterior do joelho esquerdo e foi operado para reparar a lesão, no último sábado, no Hospital São Luis, em São Paulo, deu início ao seu trabalho de recuperação, na tarde desta segunda-feira. Acompanhado de perto pelos fisioterapeutas do Santos, o capitão do Peixe realizou tratamento no Cepraf (Centro de Excelência em Prevenção e Recuperação para Atletas de Futebol).

De acordo com o departamento fisioterápico do clube, nesta fase inicial serão realizados exercícios isométricos leves, estimulação elétrica neuromuscular (despertar do quadríceps), exercícios ativos de tornozelo e pé. A mobilização patelofemoral e tibiofemoral, bem como o treino de marca com muletas, além do tradicional PRICE – elevação, compressão, gelo, repouso e proteção – fazem parte do início da recuperação de Dracena.

‘Como conhecemos a dedicação do Edu, sabemos que ele está focado em sua recuperação desde o momento em que soube que teria de ser submetido à cirurgia’, afirmou Avelino Buongermino, fisioterapeuta e coordenador do Cepraf.

Já o zagueiro, que assinou na última quinta a ampliação de seu vínculo com o Alvinegro Praiano, agora válido até o fim de 2015, demonstrou o seu otimismo com o começo do trabalho de fisioterapia e espera cumprir todas as etapas para que o seu retorno aos gramados não apresente nenhum problema.

‘Estou muito confiante que a minha recuperação aconteça o mais rápido possível. Sei que tenho uma equipe de fisioterapeutas e médicos do clube muito competente, que fará o melhor para que eu possa voltar logo para o gramado e ajudar o Santos’, comentou Edu Dracena, que vai ficar afastado durante os próximos seis meses do futebol.

A contusão do defensor aconteceu nos primeiros minutos da partida contra o Botafogo, na última quarta, na Vila Belmiro. Vale destacar que a operação para a reconstrução do ligamento cruzado anterior do joelho esquerdo foi realizada pelo médico ortopedista Joaquim Grava, auxiliado pelos médicos Alexandre Santa Cruz e Ivan Grava. O integrante do departamento médico santista, Maurício Zenaide, acompanhou todo o procedimento cirúrgico envolvendo Dracena.