Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Após cinco jogos sem vitórias, Jorginho é vaiado no Orlando Scarpelli

O Figueirense está há cinco partidas consecutivas sem vencer no Campeonato Brasileiro – são quatro empates e uma derrota – e não sabe o que é comemorar uma vitória no estádio Orlando Scarpelli desde o dia três de agosto, quando venceu o Botafogo, pela 14rodada da competição nacional.

O técnico Jorginho já sente na pele as consequências destes jejuns, tendo saído de campo vaiado por parte da torcida após o empate por 1 a 1, contra o Internacional, nesta quarta-feira.

O treinador, que já comandou 25 partidas desde que assumiu a equipe, em março de 2011, acumula oito vitórias, nove empates e oito derrotas à frente do Figueirense.

O retrospecto preocupa, pois o clube, que iniciou o segundo turno na sétima colocação, sonhando com uma vaga na Copa Libertadores da América, agora está no 12lugar e se preocupa com a proximidade da zona de rebaixamento.

Entretanto, se parte da torcida vaiou o treinador, outra parte da arquibancada aplaudiu o técnico na caminhada até o vestiário. O técnico comentou a postura dos que o vaiaram, declarando que há torcedores que ‘torcem contra e não querem ver o Figueirense ganhar’.

Jorginho descartou a luta contra o rebaixamento e disse que o objetivo da equipe agora é reencontrar as vitórias para restabelecer os objetivos maiores dentro do Brasileirão.

Os jogadores do Figueirense se reapresentam na tarde desta quinta-feira para o início da preparação para a partida contra o Santos, que acontece no próximo sábado, às 18 horas (de Brasília), no estádio do Pacaembu, em São Paulo-SP.