Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Após choro e decepção, Djokovic enfrentará brasileiros nas duplas

O líder do ranking mundial do tênis terá mais uma chance de seguir o sonho da conquista do ouro na Rio-2016 ao enfrentar Marcelo Melo e Bruno Soares, às 17h

A imagem de Djokovic chorando ao ser derrotado logo na primeira rodada da chave de simples  talvez seja uma das mais marcantes da Olimpíada do Rio de Janeiro até agora. Mas apesar da surpreendente derrota para o argentino Juan Martín Del Potro na estreia, sua participação nos Jogos ainda não acabou. Nesta segunda-feira, às 17h (de Brasília), o número 1 do mundo poderá começar sua redenção: ele enfrentará na segunda rodada das duplas, ao lado do compatriota Nenad Zimonjic, os brasileiros Marcelo Melo e Bruno Soares, atuais 3º e 8º colocados, respectivamente, do ranking de duplas da ATP.

O melhor dos esportes olímpicos nesta segunda-feira

Um dos principais nomes das duplas no circuito mundial e há pouco tempo ex-número 1 do mundo, Marcelo Melo garantiu após a primeira vitória na Rio-2016 que a presença de Djokovic do outro lado da quadra não é um fator que desestabiliza, já que o sérvio não costuma jogar torneios nessa categoria:

“Quem tem de estar preocupado é ele [Djokovic], que vai enfrentar um cara que foi número 1 do mundo [em duplas] há pouco tempo e o Bruno, que já foi 3º.  Estamos jogando bem e temos nível para ganhar. O território é nosso, vamos entrar com o pensamento muito positivo e aproveitar a energia do público”, analisou Marcelo na zona mista do Centro Olímpico de Tênis.

A dupla brasileira Bruno Soares e Marcelo Melo comemoram na partida contra os irmãos tailandeses Ratiwatana A dupla brasileira Bruno Soares e Marcelo Melo comemoram na partida contra os irmãos tailandeses Ratiwatana

A dupla brasileira Bruno Soares e Marcelo Melo comemoram na partida contra os irmãos tailandeses Ratiwatana (Guito Moreto/NOPP/Agência o Globo)

(Com EFE)