Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Após Canadá, Senna quer recuperação em prova desafiadora de Valência

Por Da Redação - 19 jun 2012, 13h43

O desempenho no Grande Prêmio do Canadá de Fórmula 1, em que ficou apenas na 17colocação, deixou o brasileiro Bruno Senna decepcionado. Para o GP da Europa, neste fim de semana em Valência, o piloto da Williams projeta deixar para trás os problemas enfrentados em Montreal e se recuperar no desafiador circuito de rua.

O brasileiro enfrentou um fim de semana complicado no Candá, com dificuldades para guiar normalmente sua Williams desde os primeiros treinos livres. Ele obteve apenas a 16colocação do grid de largada e durante a corrida não estabeleceu bom ritmo, terminando a prova em 17 .

‘Nosso ritmo no Canadá não refletiu o potencial do carro, mas temos trabalhado bem duro para entender as razões disso e felizmente poderemos deixar isso para trás e conseguir um resultado mais forte aqui’, afirmou o piloto da Williams.

O Grande Prêmio da Europa é realizado em um circuito de rua na cidade espanhola de Valência. Segundo Bruno Senna, as características da pista são desafiadoras para os pilotos e exigem acertos intricados no carro.

Publicidade

‘Circuitos de rua sempre são desafiadores para um piloto e Valência com certeza não é diferente, precisa de velocidade de reta decente combinada com um sistema de freios eficiente para você lidar com as áreas de frenagem mais fortes’, analisou.

Publicidade