Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Após agressão, João Vitor passa bem e leva caso à polícia

Jogador do Palmeiras presta queixa depois receber atendimento em hospital

Por Da Redação 12 out 2011, 00h33

O volante João Vitor se recupera bem da agressão sofrida na tarde desta terça-feira, em frente ao Palestra Itália. Depois de ser submetido a exames no hospital São Camilo, o jogador foi ao 23º Distrito Policial da capital paulista.

De acordo com informações do hospital, o volante do Palmeiras ‘sofreu escoriações e está muito bem’. O volante, então, foi ao distrito pouco antes das 22 horas (de Brasília) e, na saída do local, evitou falar sobre o assunto. “Eu falo amanhã (quarta-feira) no CT”, afirmou o atleta, antes de entrar em um veículo particular para deixar o local, escoltado por uma viatura. Antes do jogador, um torcedor foi ao DP e alegou ter sido agredido pelo volante.

A confusão envolvendo João Vitor aconteceu no fim da tarde desta terça, no momento em que o jogador se dirigia à loja oficial do clube, acompanhado por dois familiares. Segundo informações da Polícia Militar, uma viatura passava pela rua Turiassu no momento em que se deparou com um grupo de até 20 torcedores agredindo o trio.

Depois que os policiais dispersaram a confusão, o jogador se dirigiu à Academia de Futebol e foi avaliado pelos médicos do Verdão, antes de ir para o hospital, sempre acompanhado por policiais.

Em função do episódio, o Palmeiras adiou a viagem para o Rio de Janeiro, que estava marcada para a noite desta terça. Agora, a previsão é de que o time só embarcará na quarta, dia do jogo contra o Flamengo, pelo Campeonato Brasileiro.

João Vitor já não estava relacionado para o jogo, pois se recupera de uma lesão no joelho esquerdo.

(com Agência Gazeta Press)

Continua após a publicidade

Publicidade