Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Após abandonos na largada, Grosjean diz que ano começa na China

Depois de abandonar os Grandes Prêmios da Austrália e da Malásia de Fórmula 1 nas primeiras voltas, o francês Romain Grosejan encara o GP da China como o começo efetivo de sua temporada. O piloto, que substitui o brasileiro Bruno Senna na Lotus, se envolveu em acidentes na largada das duas provas já disputadas no ano.

Na abertura do Mundial, em Melbourne, Grosjean surpreendeu ao conseguir a terceira posição no treino classificatório, mas abandonou após ser tocado por Pastor Maldonado na primeira volta. Em Sepang ele também não completou nenhum giro completo no circuito, abandonando depois de acidente com Michael Schumacher.

‘Quando você comete erros, precisa admitir e não repeti-lo. Quando não é sua culpa, bem, não é sua culpa. As duas primeiras corridas foram ruins e não tivemos resultado. Por outro lado, sei que podemos conseguir grandes coisas nas próximas. Minha temporada começa de verdade na China’, afirmou o francês.A confiança de Grosjean é baseada no desempenho do carro da Lotus nos treinos de pré-temporada, nas atividades classificatórias e mesmo nas corridas que seu companheiro Kimi Raikkonen completou. Tanto em Melbourne como em Sepang, o francês conseguiu participar da última fase da definição do grid de largada.

Raikkonen, que não saiu de boas posições em nenhuma das etapas, fez corridas de recuperação e aparece na sétima colocação do Mundial, com o sétimo e o quinto lugares alcançados na Austrália e na Malásia, respectivamente.

‘Na China espero que tenhamos uma corrida mais comum, com tudo em seu lugar na largada na corrida, e não uma quantidade maluca de água na pista como em Sepang, e que finalmente possamos atingir o bom resultado de que somos capazes’, afirmou o francês.