Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Após 27 pontos de desvantagem, Clippers bate Grizzlies

Por Da Redação 30 abr 2012, 08h56

Por AE

Memphis – O torcedor do Los Angeles Clippers não esquecerá tão cedo a primeira partida da série melhor de sete jogos diante do Memphis Grizzlies, disputada na noite do último domingo, na casa do adversário. Depois de estar perdendo por 27 pontos a dois minutos para o fim do terceiro quarto, a equipe conseguiu uma virada histórica e venceu por 99 a 98, fazendo 1 a 0 nos playoffs.

Completamente dominado pelo garrafão adversário nos três primeiros quartos, o Clippers chegou a estar perdendo por 82 a 55. No último período, no entanto, o reserva Reggie Evans ajudou a parar a dupla formada por Zach Randolph e Marc Gasol, e Nick Young resolvia no ataque. Foram três bolas de três pontos consecutivas para o ala, cortando a diferença de 12 para apenas três pontos a 1min47s.

A 50 segundos para o fim, Reggie Evans colocou os visitantes na frente com uma bandeja, mas Rudy Gay acertou o arremesso seguinte e recolocou o Grizzlies em vantagem. A 23 segundos, Chris Paul acertou dois lances livres. Gay ainda teve a chance da virada no último segundo, mas errou seu arremesso.

Pelo lado do Clippers, que anotou 35 a 13 no quarto final para chegar à vitória, o cestinha foi Nick Young, que saiu do banco para anotar 19 pontos. Blake Griffin (17 pontos e sete rebotes) e Chris Paul (14 pontos e 11 assistências) também foram fundamentais. Do outro lado, Rudy Gay, com 19 pontos, foi o principal destaque, enquanto Mike Conley e O.J. Mayo fizeram 17 pontos.

No outro jogo da noite, o Atlanta Hawks recebeu o Boston Celtics e aproveitou a vantagem de atuar em casa para abrir 1 a 0 na série sem grandes dificuldades. Melhor desde o início da partida, a equipe fez 83 a 74 com grande atuação do ala Josh Smith, que anotou 22 pontos e pegou 18 rebotes.

A vantagem do Hawks foi construída no primeiro quarto, quando a equipe marcou 31 a 18. O Celtics foi cortando a diferença a cada período e ela chegou a ficar em quatro pontos a pouco mais de 40 segundos para o fim. Mas, após uma decisão contestada da arbitragem, Rajon Rondo deu uma trombada no juiz e acabou sendo expulso. Assim, acabaram as chances de virada do time visitante.

Rondo vinha sendo o principal destaque do Celtics e terminou a partida com 20 pontos e 11 assistências. Garnett também anotou um “double-double”, com 20 pontos e 12 rebotes, mas pelo lado do Hawks, além de Josh Smith, Jeff Teague, Kirk Hinrich e Joe Johnson ajudaram a definir a vitória.

Continua após a publicidade
Publicidade