Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Apesar de liminar, São Paulo recebe Taça das Bolinhas

Flamengo tentou impedir entrega do troféu, que reconhece o primeiro pentacampeão do torneio

O Flamengo tentou impedir a entrega da Taça das Bolinhas ao São Paulo, mas a liminar obtida pelo clube carioca foi ignorada nesta segunda-feira. Em cerimônia realizada na sede da Caixa Econômica Federal, em São Paulo, o presidente do clube, Juvenal Juvêncio, recebeu o troféu das mãos de Maria Fernanda Ramos Coelho, presidente da instituição bancária.

“Fomos surpreendidos agradavelmente pela Caixa Econômica dizendo que iria nos entregar o troféu. O São Paulo competia receber essa láurea. É o maior significado que temos no futebol. O São Paulo foi penta, depois fomos até hexa. Tricampeão seguidamente. Só o São Paulo teve isso. Hoje é um dia de glória. Hoje é um dia dos corações são-paulinos vibrarem”, afirmou Juvenal.

A Taça das Bolinhas foi criada em 1975 para ser entregue ao primeiro pentacampeão brasileiro ou ao clube que conquistasse o Brasileirão por três vezes de forma consecutiva. O Flamengo se considera o primeiro pentacampeão nacional, mas a CBF não reconhece o título da Copa União de 1987 como a conquista de um título do Campeonato Brasileiro.

A entrega do troféu gera polêmica desde 2007, quando o São Paulo ganhou o Campeonato Brasileiro pela quinta vez em sua história. Em abril de 2010, o Flamengo fez uma solicitação à Confederação Brasileira de Futebol (CBF), pedindo uma reavaliação da decisão que aponta o Sport como campeão nacional de 1987.

“Todo mundo sabe, mas me comprometo a repetir. Este troféu é uma peça histórica e polemizada. Tem o valor deste simbolismo. Esta discussão que vai permear, mas isso é do esporte. Em 87, o Sport foi campeão e o Flamengo diz que não é verdade. Teve uma decisão de primeira e segunda instância. Há uma decisão judicial dizendo que o campeão é o Sport. A Caixa Econômica teve a inteligência de premiar o melhor”, disse.

(Com Agência Estado)