Clique e assine com até 92% de desconto

Apático, Brasil perde para a Coreia do Sul e se complica no grupo

Por Da Redação 1 ago 2012, 19h49

A situação da Seleção Brasileira feminina de vôlei ficou complicada nos Jogos Olímpicos de Londres-2012 após mais uma derrota na competição. Campeã em Pequim-2008, a equipe jogou de forma apática, caiu nesta quarta-feira diante da Coreia do Sul, por 3 sets a 0 com parciais de 25/23, 25/21 e 25/21, e corre o risco de ser eliminada ainda na primeira fase.

Em três partidas realizadas nas Olimpíadas, o Brasil venceu apenas a de estreia, contra a Turquia por 3 sets a 2. Na sequência, foi derrotado pelos Estados Unidos por 3 sets a 1 e para a Coreia do Sul por 3 sets a 0. Desta forma, soma apenas dois pontos e ocupa a quinta colocação do Grupo B. A Coreia do Sul, com seis pontos, divide a vice-liderança da chave com a China, ambas com seis pontos.

Se não vencer as chinesas, na sexta-feira, o Brasil corre o risco de ficar pelo caminho ainda na primeira fase da competição. No domingo, quando encerra sua participação na etapa de grupos, a Seleção pega a Sérvia.

Também nesta quarta-feira em Londres, os Estados Unidos confirmaram o favoritismo sobre a China e venceram por 3 sets a 0, para assumir a liderança do Grupo B de forma isolada.

O jogo – O confronto desta quarta-feira teve um início equilibrado, mas logo uma sequência de erros do Brasil comprometeu o rendimento no primeiro set. Depois de abrir 13-11 no marcador, a Seleção levou seis pontos seguidos e viu a Coreia do Sul desgarrar no marcador.

O período de desatenção teve um preço alto. Mesmo melhorando o nível de seu jogo e esboçando uma reação na parte final do set, principalmente em ataques de Fernanda Garay, a Seleção não conseguiu evitar que as sul-coreanas fechassem a parcial em 25/23.

O Brasil também não conseguiu engrenar no segundo set e passou toda a parcial se alternando com a Coreia do Sul na liderança do placar. Quando chegou o momento decisivo, a equipe comandada por José Roberto Guimarães voltou a encontrar uma sequência de erros e permitiu nova vitória das adversárias.

A esperança brasileira de virar a partida ruiu ainda no início do terceiro set, já que a Coreia do Sul logo abriu vantagem segura no marcador. Nem mesmo quando aumentou a vibração e tentou reagir, a Seleção esteve perto de reverter o marcador e teve que se conformar com sua segunda derrota consecutiva após um ataque efetivo das sul-coreanas pelo meio de rede .

Continua após a publicidade
Publicidade