Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Aos 49 anos, Müller jogará na 4ª divisão do Paulista

Campeão mundial pelo São Paulo e pela seleção atuará pelo Fernandópolis. Atacante encerrou a carreira profissional em 2004 pelo Ipatinga

Por Da Redação 7 fev 2015, 16h04

O atacante Müller anunciou nesta sexta-feira que abandonará a aposentadoria e voltará a jogar aos 49 anos. O atleta, que se destacou pelo São Paulo e pela seleção brasileira, defenderá o Fernandópolis, equipe do interior que disputará à Série B do Campeonato Paulista (equivalente à quarta divisão do Estado). Müller havia encerrado sua carreira profissional em 2004 jogando pelo Ipatinga, de Minas Gerais. Desde então, trabalhou como pastor, dirigente e comentarista esportivo e vinha enfrentando graves dificuldades financeiras.

Leia também:

Estaduais 2015 têm início com volta de ‘aposentados’

De volta aos gramados, Müller admite que não terá condições de disputar partidas inteiras. “Vou jogar uns 30 minutos, de vez em quando. Não posso jogar toda rodada, tem um marketing por trás. É uma coisa inusitada, não posso treinar todo dia. Será sempre de acordo com a minha condição física no momento”, declarou, em entrevista à ESPN Brasil.

Müller viveu seu auge entre as décadas de 1980 e 1990. Pelo São Paulo, conquistou quatro Estaduais, dois Brasileiros e sagrou-se bicampeão da Libertadores e do Mundial Interclubes em 1992 e 1993 – na última decisão, marcou, de costas, o gol do título do São Paulo sobre o Milan, em Tóquio. No ano seguinte, fez parte da seleção brasileira que conquistou o tetracampeonato mundial nos Estados Unidos. Ele também defendeu Palmeiras, Santos e Corinthians, entre outros grandes clubes do país. No exterior, se destacou pelo Torino, da Itália, e também jogou no Kashiwa Reysol, do Japão.

Em sua nova empreitada, Müller deverá ter contrato válido por três meses, e terá seu salário bancado por um patrocinador. O bicampeão mundial declarou que planeja continuar trabalhando no meio, seja como treinador ou dirigente, ao final do Estadual. Recentemente, Müller revelou que gastou toda a fortuna que conquistou como atleta de elite e estava morando de favor na casa de Pavão, ex-companheiro dos tempos de São Paulo.

(Com Gazeta Press)

Continua após a publicidade
Publicidade