Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Aos 36 anos, Verón anuncia fim da carreira para 30 de outubro

O meio-campista argentino Juan Sebastián Verón, do Estudiantes, um dos mais premiados e prestigiados da história do futebol sul-americano, anunciou, nesta quarta-feira, que se aposentará no dia 30 de outubro.

Cortado dos jogos diante do Brasil pelo Superclássico das Américas, devido à lesão no tornozelo direito, Verón confessou que é esse problema, de ordem médica, que o impede de seguir atuando pelo time de La Plata.

La Brujita já pensava em deixar o futebol desde que precisou se submeter a uma cirurgia no tornozelo direito e preferiu optar pelo caminho de menos sofrimento. ‘É isso mesmo, estou me aposentando. O tornozelo não suporta mais’, disse o ídolo do Estudiantes ao jornal Olé.

‘Gostaria de me aposentar contra o Racing, no dia 30, no estádio Único de La Plata, mas tem o show. Se não der, faço essa partida em Quilmes’, afirmou. O show a que Verón se referiu é a apresentação da banda Aerosmith, marcada para um dia antes da partida. A diretoria do Estudiantes já prometeu dialogar com as autoridades locais para encontrar uma solução.

Quando estava em plena atividade, Verón recebeu ligações do novo técnico da seleção argentina, Alejandro Sabella, que afirmou querer contar com o camisa 5 do Estudiantes. Em 2010, com Maradona, o jogador chegou a integrar a seleção na disputa da Copa do Mundo, na África do Sul, e saiu como titular em duas delas.

Por essa mesma seleção argentina, La Brujita disputou outras duas Copas do Mundo, em 1998 e 2002, além do Mundial Sub-17 em 1991 e da Copa América em 2007.

Em se tratando de clubes, o jogador carrega um currículo invejável. Revelado pelo próprio Estudiantes, há 18 anos, ele passou por Sampdoria, Parma e Lazio, na Itália, até chegar ao Manchester United, onde se destacou entre 2001 e 2003.

Na temporada seguinte, ele atuou pelo Chelsea e a seguir na Internazionale, onde ficou dois anos. Desde 2006 de volta ao time de La Plata, Verón levantou a taça da Libertadores em 2007, quando o time bateu o Cruzeiro de Adílson Batista na final.

O goleiro Mariano Andújar, da seleção argentina, afirmou ter conversado com Verón sobre a aposentadoria: ‘Sebastián já vinha com essa ideia na cabeça, mas eu achei que fosse para dezembro. É uma situação muito particular dele. O futebol em geral, não só o Estudiantes, tem que estar orgulhoso de ter tido um jogador como ele’.