Clique e assine a partir de 9,90/mês

Ao lado de família são-paulina, Henrique renova com clube até 2016

Por Da Redação - 24 ago 2011, 21h14

O campeão, artilheiro e craque do Mundial sub-20, que voltou da Colômbia prometendo nem negociar mais para ficar no São Paulo voltará normalmente de folga nesta quinta-feira ao CCT da Barra Funda. Henrique entrou em acordo com o clube e levou sua família para acompanhar a assinatura de um novo contrato até 2016.

‘Espero nesses cinco anos dar alegria à torcida com muitos gols e títulos. Não faltará dedicação para deixar o torcedor orgulhoso de mim’, avisou o atacante, que conseguiu o aumento salarial que cobrou e conta com a admiração declarada de Adilson Batista para ter a chance que exigiu no time principal.

Henrique tinha contrato registrado na CBF até julho de 2013, mas alegou até a invalidade do acordo, assinado quando ele tinha 16 anos em 2008 – como menor de idade, só poderia assinar vínculo por três anos, mas foi emancipado antes de estabelecer o acordo no documento.

O jogador ameaçou até ir à Justiça para sair. Ele tem como empresário Giuliano Betolucci, o mesmo que cuida da carreira de Oscar, que deixou o clube por decisões jurídicas antes de assinar com o Inter. Nesta quarta-feira, porém, foi ao CCT da Barra Funda assinar o novo contrato com toda a sua família.

‘É um momento especial pra mim, pois sempre sonhei em fazer história aqui. É o clube que me formou e minha família toda é são-paulina. Nosso vínculo com o São Paulo sempre foi muito forte’, disse o atleta, acompanhado do pai Antônio, a mãe Mariza e da irmã Bárbara.

O jogador de 20 anos chegou às categorias de base do clube em 2007. Subiu aos profissionais em 2009, mas não teve tantas chances e foi emprestado pelo Vitória para disputar o Campeonato Brasileiro de 2010 – crê que esteve no Mundial sub-20 mais pelo que fez no clube baiano, rebaixado na Série A, do que pelo Tricolor.

Pelo time principal da equipe do Morumbi, ele acumula 23 partidas e três gols. Somente em 2011, são 13 jogos e duas bolas nas redes adversárias. Henrique, ao lado de Willian José, aparecerá pela primeira vez nesta quinta-feira no CCT da Barra Funda pra treinar desde o Mundial sub-20 – ambos não estão inscritos na Copa Sul-americana e ganharam folga.

Continua após a publicidade
Publicidade