Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Antônio Lopes contesta arbitragem e comenta atuação do Furacão

Por Da Redação 8 set 2011, 15h19

O empate contra o Palmeiras, por 2 a 2, nesta quarta-feira na Arena da Baixada, foi comemorado pelos atleticanos não só pelo time ter conseguido reagir e igualar o placar em duas oportunidades, mas, sobretudo, por isso ter acontecido com um jogador a menos.

O volante Cléber Santana foi expulso no final do primeiro tempo, após reclamar do cartão amarelo recebido por ter cometido uma falta. Além disso, o diretor de futebol do Furacão, Alfredo Ibiapina, também foi ‘retirado de campo’ devido às reclamações que fez ao árbitro.

Foram onze cartões amarelos distribuídos durante a partida, seis para o Palmeiras e cinco para o Furacão, que também contou com o cartão vermelho de Cléber Santana. Para o técnico Antônio Lopes, a arbitragem não foi bem no jogo, pois deixou de advertir energicamente os jogadores do Palmeiras.

‘Ele tinha que expulsar o Kléber (do Palmeiras) e o Cléber Santana foi mal expulso. Também deixou de expulsar o Marcos, que era o último homem e o Guerrón estava indo em direção ao gol. Eu acho que a arbitragem interferiu, ele [o árbitro] foi muito mal hoje, com a parte técnica muito falha. Ele é um bom profissional, mas foi infeliz hoje’, analisou o treinador.

Sobre a postura dos seus comandados dentro de campo, Lopes contestou o início de jogo do Atlético-PR e notou um crescimento em relação a partida de domingo, contra o Grêmio.

‘Nós não começamos bem a partida, o time estava muito nervoso. Nós erramos muito na parte técnica, não conseguíamos colocar a bola no chão pra fazer o trabalho curto de posse de bola. Mas depois nós melhoramos, quando conseguimos a justar a parte técnica, nós subimos de produção’, disse.Para o treinador, além de garantir os pontos dentro de casa é fundamental que o Furacão consiga apresentar um bom de futebol também fora de casa, o que será possível se os jogadores mantiverem a postura da partida desta quarta-feira, contra o Palmeiras.

‘Eu acho que se o time fizer o que fez hoje tem condições de ganhar fora, porque não podemos ficar na expectativa de ganhar só dentro de casa, nós temos que somar pontos para sair dessa situação’, declarou Lopes.

Embora tenha tido gosto de vitória, o empate não favoreceu o Atlético-PR na classificação do Campeonato Brasileiro. Com 19 pontos conquistados em 22 partidas, o clube continua na vice-liderança da competição. O próximo confronto do rubro-negro paranaense será contra o Flamengo, no próximo domingo, às 18 horas (de Brasília), no estádio Claudio Moacyr de Azevedo.

Continua após a publicidade
Publicidade